PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Governador do RS entra na 'briga do bem' pela vacina com Dino, Doria e Paes

"Do jeito que vai, a gauchada estará imunizada para a Semana Farroupilha, em 20 de setembro!", anunciou Eduardo Leite - Reprodução/Instagram
"Do jeito que vai, a gauchada estará imunizada para a Semana Farroupilha, em 20 de setembro!", anunciou Eduardo Leite Imagem: Reprodução/Instagram

Do VivaBem, em São Paulo

15/06/2021 16h37Atualizada em 15/06/2021 22h37

Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB) entrou na briga do bem pela vacina e agora "compete" com os governadores Flávio Dino (PCdoB) e João Doria (PSDB), do Maranhão e de São Paulo, e com o prefeito Eduardo Paes (PSD), do Rio de Janeiro, para ver quem consegue imunizar mais pessoas contra a covid-19 em menos tempo.

"Aí, Eduardo Paes! Se João Doria é pai da vacina e você diz que adotou o imunizante, é bom alertar que ela fez amizade forte com o guri do Rio Grande do Sul! A gente segue na frente nas duas doses e, do jeito que vai, a gauchada estará imunizada para a Semana Farroupilha, em 20 de setembro!", escreveu Leite em seu perfil no Twitter.

"Boa, tchê! Bora vacinar todos!", respondeu Doria em seguida.

Paes também entrou na brincadeira: "Atenção, João Doria e Flávio Dino! Esses caras dos pampas estão querendo gastar onda conosco. Bora vacinar e atropelar o Eduardo Leite!", publicou.

Elogiada por usuários nas redes sociais, a "competição" sempre começa quando um deles anuncia um evento festivo para incentivar as pessoas a irem se vacinar ou uma antecipação do calendário de imunização. No domingo (13), por exemplo, enquanto Dino promovia um "arraial da vacinação" no Maranhão, Doria divulgava seu plano de imunizar todos os paulistas acima de 18 anos até 15 de setembro.

Ontem, foi a vez de Paes anunciar a intenção de adiantar o cronograma de vacinação no Rio.

"Me aguarde, João Doria. Você é o pai da vacina, mas eu já adotei a criança e já ganhei o coração do imunizante. Não me provoque. Estou preparando a resposta. Bora vacinar!", disse o prefeito, em tom descontraído.

Mas, afinal, quem está vencendo a "briga do bem" pela imunização? Confira os números no Rio Grande do Sul, no Maranhão, em São Paulo e na cidade do Rio:

Estado do Rio Grande do Sul (dados atualizados em 15/06, às 20h15):

  • Vacinados com uma dose: 3.879.095
  • Vacinados com duas doses: 1.634.612
  • Porcentagem da população que já recebeu duas doses: 14,31%

Estado do Maranhão (dados atualizados em 15/06, às 17h57)

  • Vacinados com uma dose: 1.756.959
  • Vacinados com duas doses: 566.441
  • Porcentagem da população que já recebeu duas doses: 7,96%

Estado de São Paulo (dados atualizados em 15/06, às 22h32)

  • Vacinados com uma dose: 13.935.618
  • Vacinados com duas doses: 5.978.220
  • Porcentagem da população que já recebeu duas doses: 12,91%

Cidade do Rio de Janeiro (dados atualizados em 15/06, às 21h15)

  • Vacinados com uma dose: 2.567.809
  • Vacinados com duas doses: 973.151
  • Porcentagem da população que já recebeu duas doses: 14,42%

Para o cálculo das porcentagens, o UOL utilizou os números de doses aplicadas divulgados pelos governos do Rio Grande do Sul, do Maranhão e de São Paulo e pela prefeitura do Rio. Para o número de habitantes de cada localidade, foram consideradas as estimativas de 2020 do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Saúde