PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

'Você é o pai da vacina mas eu já adotei a criança', diz Paes a Doria

Eduardo Paes diz que prepara resposta após antecipação de vacinação em SP, -  Ricardo Borges/Folhapress
Eduardo Paes diz que prepara resposta após antecipação de vacinação em SP, Imagem: Ricardo Borges/Folhapress

Colaboração para o VivaBem

14/06/2021 09h46Atualizada em 14/06/2021 15h43

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), disse que ganhou "o coração do imunizante" em resposta ao novo calendário de vacinação de São Paulo. Em mensagem no Twitter, o prefeito deu a entender que pode rever o cronograma de vacina da capital carioca e brincou com o governador paulista, João Doria (PSDB).

"Me aguarde. Você é o pai da vacina mas eu já adotei a criança e já ganhei o coração do imunizante. Estou preparando a resposta. Bora vacinar!", disse Paes em resposta ao tweet do governador de São Paulo anunciando as novas datas de vacinação no estado.

Nos comentários, seguidores do prefeito parabenizaram a postura. "Essa é a única briga política que a gente quer nesse momento", falou um internauta. "Desse jeito o Carnaval será em dezembro! Gosto assim, Dudu!", disse outra.

Nesta semana, a capital do Rio de Janeiro vacinará todas as pessoas a partir de 50 anos. Hoje serão contemplados moradores de 53 anos e a idade para imunizar diminuirá até os 50 anos na sexta-feira.

Inicialmente, estava previsto que a aplicação da primeira dose na faixa etária acima de 50 anos fosse concluída no início de julho. No entanto, será possível vacinar esse grupo até sábado, o que deu esperança para a população que um novo calendário seja feito.

No cronograma publicado pela prefeitura do Rio de Janeiro em maio, todas as pessoas com 18 anos ou mais teriam a primeira dose da vacina até 23 de outubro. O planejamento era parecido com o de São Paulo, que conseguiu antecipar em um mês a vacinação. Com isso, todos os moradores adultos do estado devem receber, pelo menos, uma dose da vacina até 15 de setembro.

O Brasil chegou ontem à marca de 23,6 milhões de vacinados com duas doses contra a covid-19, o que equivale a 11,17% da população nacional. O levantamento foi feito pelo consórcio de veículos de imprensa do qual o UOL faz parte, baseado nos dados fornecidos pelas secretarias estaduais de saúde.

Saúde