PUBLICIDADE

Topo

Saúde

Sintomas, prevenção e tratamentos para uma vida melhor


Saúde

Seis erros que você comete ao se depilar com lâminas

Hidratar a pele após a depilação é fundamental para evitar irritações como foliculite - Istock
Hidratar a pele após a depilação é fundamental para evitar irritações como foliculite Imagem: Istock

Priscila Carvalho

Do VivaBem, em São Paulo

19/02/2020 04h00

Pela praticidade, baixo custo e fácil manuseio, usar lâminas para se depilar já virou rotina na vida de muita mulher. Seja para tirar aquele pelinho chato e que nasceu do nada ou até mesmo para fazer uma depilação completa.

No entanto, não é porque a lâmina é simples de usar que não requer cuidados. E atenção: você pode estar usando-a de forma errada e danificando a sua pele. Listamos abaixo os erros mais comuns:

  • Passar a lâmina contra o sentido do pelo

O ideal é sempre começar pelo sentido do pelo, justamente para evitar que os fios encravem. A direção em que o pelo nasce varia muito, mas, normalmente, ele cresce de cima para baixo. "O recomendado é que na primeira passada, para tirar o volume, a pessoa passe a lâmina acompanhando o sentido do pelo. Nas demais, pode até passar no sentindo contrário", diz Felipe Yazawa, dermatologista da Santa Casa de São Paulo e da Cia. da Consulta.

  • Compartilhar a lâmina

Pode não parecer algo tão comum, mas existem pessoas que já compartilharam ou sempre usam a mesma lâmina. De acordo com os especialistas, isso é contraindicado, mesmo que seja de algum parceiro ou amiga. Isso porque a lâmina não é esterilizada e pode transmitir algumas doenças, caso a pessoa esteja com um machucado na pele, por exemplo.

  • Guardá-las no banheiro

"O ideal é guardar em um local menos contaminado possível. No banheiro, não é a melhor opção, já que o local sempre está em contato com a umidade, bactérias e pouca luz", explica Damaris Ortolan, dermatologista da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). Isso também vale para os armários com espelho. Segundo a especialista, o local deve estar bem arejado e limpo. Por isso uma opção é deixá-las em uma caixa de artigos de higiene, onde bata luz e o ambiente não fique úmido.

  • Usar água fria

O ideal é que a temperatura da água esteja morna no momento da depilação. O recomendado é que, ao passar o produto, a pessoa esteja com a pele bem úmida ou de preferência debaixo do chuveiro. Para "acalmar" e dar uma sensação de refrescância à pele, jogue um pouco de água fria na região em que os pelos foram retirados.

  • Usar lâminas velhas ou demorar para trocar

Assim como outros produtos, as lâminas também devem ser trocadas. Embora não haja uma periodicidade exata, o recomendado é que a troca seja feita sempre quando as lâminas estiverem "cegas" ou até mesmo com indícios de ferrugem. Quanto mais velha for a lâmina, mais a pele será agredida. Além disso, a troca garante maior higiene e evita a proliferação de bactérias. O ideal seria jogar fora cada vez que as lâminas fossem usadas, mas como não é possível, não deixe passar mais de 15 dias de uso.

  • Não usar creme de hidratação após a depilação

Muitas vezes, ao passar as lâminas, a pessoa esquece de cuidar e hidratar a pele. O ideal é sempre usar cremes para deixá-la mais macia e livre de pelos encravados ou irritações. Como a retirada do pelo é feita de maneira superficial, sem arrancar a raiz, a pele fica mais suscetível à foliculite. "O recomendado é usar produtos que não tenham álcool em sua composição para deixar a pele livre de ardência", afirma Ortolan.

Saúde