Topo

Pergunte ao VivaBem

Os melhores especialistas tiram suas dúvidas de saúde


Pergunte ao VivaBem

Colocar café no leite pode prejudicar a absorção de cálcio nos ossos?

Pergunte VivaBem café com leite
Imagem: Fernanda Garcia/UOL VivaBem

Daniel Navas

Colaboração para o VivaBem

29/10/2019 04h00

Provavelmente você não absorverá bem o cálcio do leite que tomar junto com o café. No entanto, a quantidade de cafeína naquele copo não vai atrapalhar o restante do cálcio do dia. Existe esse medo porque a bebida possui substâncias, como os taninos e a própria cafeína, que podem atrapalhar o processo de utilização do cálcio dos alimentos pelo organismo. E ultrapassar 300 mg de cafeína por dia, o que equivale a aproximadamente 500 ml de café puro, pode inibir a absorção do mineral no intestino ou aumentar a perda dele pela urina.

Para aproveitar melhor o cálcio do leite nessa preparação, uma recomendação é colocar uma proporção maior dele no café, de forma que a bebida não fique muito escura. Além disso, fique atento à quantidade de açúcar adicionado, pois esse é outro ingrediente que parece contribuir para o pior aproveitamento do cálcio.

O cálcio é fundamental em vários processos fisiológicos, como a contração muscular e a manutenção da pressão sanguínea. Como a principal reserva dele no organismo está exatamente nos ossos e nos dentes, uma ingestão deficiente do mineral favorece sua remoção desses depósitos para garantir que as concentrações no sangue se mantenham adequadas. Assim, essa retirada do mineral do osso aumenta a chance de osteopenia e osteoporose (redução branda e severa da densidade óssea, respectivamente).

Caso a ingestão de cálcio permaneça deficiente, outros sistemas poderão ser comprometidos, levando a falta de memória, espasmos musculares, formigamento nas mãos, nos pés e no rosto, depressão, alucinações, irritabilidade, nervosismo e ansiedade.

Para quem quer evitar a perda de cálcio, mas não pretende deixar o café com leite de lado, o consumo de outras fontes do mineral é a solução. Aposte em queijos, iogurte e sardinha. Vegetais verde-escuros, como couve e brócolis, além de leguminosas, como feijão e lentilha, também são boas opções. Porém, é válido saber que as hortaliças e as leguminosas possuem compostos, como fitatos e oxalatos, que também podem atrapalhar a absorção do cálcio no organismo. Para impedir a ação dessas substâncias, cozinhe os vegetais antes de consumir e, no caso dos grãos, deixe-os de molho por algumas horas antes de levar ao fogo, descartando a água.

Fontes: Adriane Antunes, professora do curso de nutrição da Faculdade de Ciências Aplicadas da UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas); Fernanda Macedo, nutricionista do Hospital São Francisco de Mogi Guaçu; Giovanna Oliveira, nutricionista da Clínica Dra. Maria Fernanda Barca (SP) e membro do IBNF (Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional); e Natasha de França, nutricionista e pesquisadora-doutora da Faculdade de Saúde Pública da USP (Universidade de São Paulo).

Quais são suas principais dúvidas sobre saúde do corpo e da mente? Mande um email para pergunteaovivabem@uol.com.br. Toda semana, os melhores especialistas respondem aqui no UOL VivaBem.

Pergunte ao VivaBem