PUBLICIDADE

Topo

Sexo

A babá de 56 anos que faz sucesso testando brinquedos sexuais na web

Mulher faz review de brinquedos sexuais em vídeos - Bedbible Review/Reprodução
Mulher faz review de brinquedos sexuais em vídeos Imagem: Bedbible Review/Reprodução

Colaboração para Universa, em São Paulo

06/04/2022 04h00Atualizada em 06/04/2022 08h22

Uma babá ficou famosa nas redes sociais por testar brinquedos sexuais e transformar essa prática na sua profissão mais bem-sucedida.

Residente de Indiana (EUA), a influenciadora conhecida como Edwina, 56, se tornou testadora e avaliadora de objetos sexuais há dois anos. Todo o seu trabalho é feito dentro de seu quarto, onde ela produz conteúdos explicativos para os seus fãs, no site BedBible, e vídeos para o YouTube.

Em entrevista ao tabloide britânico Daily Star, Edwina contou que muitos internautas já torceram o nariz pelo fato dela ser uma mulher mais velha abordando temáticas sexuais, mas persistiu durante muito tempo para conseguir se estabelecer neste universo. E agora, seu objetivo é compartilhar informações que possam contribuir para o bem-estar das pessoas através do prazer.

"Algumas pessoas provavelmente pensam que, por para eu ser uma testadora de brinquedos sexuais, eu também sou uma mulher selvagem viciada em sexo", declarou.

Com toda a honestidade, eu era assim entre os 20 e 40 anos! Hoje, eu apenas sento numa cadeira e aprecio o meu trabalho, sabendo que estou ajudando outras pessoas a melhorar suas vidas sexuais. Vejo o teste de brinquedos sexuais como um trabalho, nada diferente de um mecânico de automóveis ou um barista.

Para conquistar credibilidade e a fidelidade do seu público, Edwina trabalha de um modo rígido, levando em conta todos os prós e contras de um produto que passa por sua avaliação. Ela o analisa com base em todas as suas funções, possibilidades, maneiras de uso e segurança.

babá - Bedbible Review/Youtube - Bedbible Review/Youtube
Mulher faz sucesso com vídeos testando sex toys nas redes
Imagem: Bedbible Review/Youtube

"Eu não deito na cama e simplesmente me cerco de vibradores e lubrificantes. Eu trabalho a masturbação, também conhecida como teste de brinquedos, de acordo com a minha programação", explicou.

"Se for um brinquedo à prova d'água, vou levá-lo no banho comigo. Caso contrário, terei que manter minha filha e o namorado dela fora de casa para que eu tenha tempo o suficiente para averiguar a qualidade dos meus produtos", disse ela, bem-humorada.

Critérios de avaliação

Para ser vista como referência quando o assunto é prazer e diversão, Edwina apontou que a honestidade é um dos principais pilares do seu trabalho, pois deve fazer uma avaliação pormenorizada e transparente dos objetos que recebe. Nenhum defeito pode ser omitido, assim como nenhuma qualidade pode ser inventada.

"Eu estaria fazendo um terrível desserviço aos meus seguidores se eu escrevesse apenas características perfeitas e brilhantes para cada produto, não importa se eu gostei deles ou não", declarou.

"Mesmo brinquedos sexuais que eu não gosto, eu mencionei que, embora fossem muito fortes para mim, o leitor pode adorar se precisar de um nível mais avançado de estimulação para chegar ao clímax. Então, mesmo minhas críticas ruins têm um aspecto positivo e trazem um equilíbrio de pontos de vista".

A especialista em sexo ressaltou que os detalhes da embalagem dos brinquedos sexuais também são questionados, principalmente se são discretas ou não. "A última coisa que um comprador quer é que seu carteiro saiba que acabou de comprar um vibrador enorme de um varejista online".

Ela também analisa as descrições do produto na caixa, de modo que o comprador tenha à mão todos os recursos e eficiências prometidas pelos fabricantes e não se sinta lesado ou manipulado por uma propaganda enganosa.

Em seguida, Edwina observa outros fatores que atraem os consumidores: "Meu próximo passo é verificar os materiais dos quais o brinquedo é feito e como pode ser cuidado e limpo, se ele é barulhento ou silencioso. Também presto a atenção no carregamento, se esse processo leva muito tempo e a duração da bateria. E finalmente, a parte divertida, como o brinquedo funciona".

Se o brinquedo é pertinente para área da vulva, eu o uso e digo ao meu público o quão poderoso ele pode ser, o quão rápido eu consegui alcançar o clímax e como esse momento foi gratificante. Também digo às pessoas se o brinquedo é fácil de usar.

Edwina também grava vídeos de reviews para o YouTube, com o objetivo de tornar a discussão sobre brinquedos sexuais menos constrangedora e mais democrática possível. Ela faz isso vestida com um pijama, para criar um clima mais acolhedor para o seu público.

Para ela, é importante que as pessoas saibam que não há vergonha em usar brinquedos sexuais. "Antes de tudo, a masturbação não é apenas boa para o momento, mas também benéfica para a saúde, aliviando o estresse, estimulando o sistema imunológico e diminuindo o risco de câncer de próstata, disfunção erétil, pré-eclâmpsia, doenças cardíacas e pressão alta", reforçou ela.

Quanto mais você conhece seu próprio corpo, melhor você se sente, ganha mais confiança e pode inovar no sexo com um parceiro.

Sexo