PUBLICIDADE

Topo

Universa

Casal descobre que esperavam quádruplos logo após adoção de quatro irmãos

Casal conta que sempre sonhou em ter uma grande família com pelo menos 4 filhos - Reprodução
Casal conta que sempre sonhou em ter uma grande família com pelo menos 4 filhos Imagem: Reprodução

De Universa, em São Paulo

16/10/2020 08h06

Maxine, de 30 anos, e Jacob Young, 32, se casaram em 2016 e sonhavam em ter uma grande família, mas eles não esperavam por ter nove filhos pequenos em um curto espaço de tempo.

O casal, que mora na Pensilvânia, nos EUA, planejava adotar duas crianças, quando o centro de adoção ligou para eles e questionou se eles poderiam receber mais uma criança pois eram três irmãos. Maxine aceitou a proposta na hora, mas não imaginava que o número aumentaria pela segunda vez já que, na verdade, eram quatro irmãos que não gostariam de ser separados no processo de adoção.

Durante o processo de adoção, em 2018, Maxine também já estava grávida de um menino após um longo processo de inúmeras tentativas de engravidar sem sucesso.

Após o nascimento de Henry e poucos meses depois da chegada das quatro crianças a casa dos pais, o casal teve uma nova surpresa: Maxine estava grávida novamente, só que desta vez de quádruplos. O parto das quatro crianças aconteceu em julho deste ano.

Maxine disse ao site Bored Panda que sempre quis ter uma grande família com pelo menos quatro filhos.

"Acho que inicialmente, quando falamos sobre isso [filhos], queríamos pelo menos quatro. Depois de adotar nossos filhos e ter nosso filho, sabíamos que queríamos outro bebê para completar nossa família. Acabamos de ser extremamente abençoados com mais quatro."

A mulher contou que ela e o marido tentam dividir o tempo para dar amor a todos os nove filhos.

"Ter nove filhos é um desafio às vezes, mas mais do que a luta é a beleza que vem com muito amor. As crianças se amam muito, são melhores amigas e isso é lindo de se ver. É difícil tentar alocar seu tempo e garantir que cada criança receba atenção especial individual o suficiente, mas Jacob e eu nos esforçamos para garantir que cada um de nossos filhos se sinta tão amado e especial quanto são."

E completou: "É difícil porque isso significa não ter um tempo a sós para nós como indivíduos ou como casal, mas tentamos e lembramos que esta é apenas uma temporada, logo eles ficarão mais velhos e sentiremos falta do fato de que tanto confiamos em nós."

O casal ainda explicou que conta com a ajuda de poucas pessoas e pontualmente para auxiliar no cuidado com as crianças.

"Sempre fizemos quase tudo sozinhos, mesmo inicialmente quando passamos de zero para quatro, fizemos sozinhos. Amamos ser pais, amamos nossos filhos, por isso estamos felizes por estar com eles o tempo todo. O caos de uma grande família simplesmente funciona para nós. É tudo o que sabemos. Onde há mais caos, você encontrará mais risos, sorrisos e amor incondicional."

Se você se perdeu com o número da família, a "lista de chamada" é a seguinte: além de Maxine e Jacob, há os quatro filhos adotivos: Aiden (8), Parker (5), Connor (4) e Elliot (3); depois há os filhos biológicos: Henry (2) e os quadrigêmeos Beck, Silas, Theo e Cecilia, todos com 3 meses.

A família tem um perfil no Instagram e um canal no YouTube onde postam o dia a dia da família e da criação das crianças.

Universa