PUBLICIDADE

Topo

Universa

Homem com mais de 70 registros de violência doméstica é preso em Cuiabá

Homem estaria articulando fuga de Cuiabá porque sabia que existia uma ordem de prisão contra ele  - Divulgação
Homem estaria articulando fuga de Cuiabá porque sabia que existia uma ordem de prisão contra ele Imagem: Divulgação

Aliny Gama

Colaboração para Universa, em Recife

01/10/2020 14h11

Um homem investigado por mais de 70 ocorrências de violência doméstica praticadas contra a companheira dele, registradas na Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, foi preso ontem pela Polícia Civil de Mato Grosso, em Cuiabá, após denúncia recebida pela DRE (Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecente).

O investigado estava com mandado de prisão em aberto, decretado pela 1ª Vara de Violência Doméstica da Capital. Ele foi preso em frente ao condomínio que residia com a família, no bairro Coophema. O nome do homem não foi divulgado para preservar a identidade da vítima.

Após ser detido, ele foi encaminhado à Delegacia da Mulher, onde foi interrogado, e, em seguida, "tomadas todas as providências cabíveis para prisão e continuidade das investigações no inquérito", informou a polícia.

A prisão do homem só ocorreu porque a polícia recebeu uma denúncia anônima que informava que um vizinho com "perfil extremamente violento" estava morando em uma das unidades habitacionais do condomínio.

Segundo a denúncia anônima, o homem estaria articulando uma fuga de Cuiabá porque sabia que existia uma ordem de prisão contra ele e iria deixar os filhos em um abrigo. A polícia não informou se ele ainda morava com a companheira.

"Com base nas informações passadas, os policiais da DRE realizaram checagem no sistema e descobriram o mandado de prisão em aberto contra o suspeito. Em continuidade às checagens, foram encontrados mais de 70 registros de violência doméstica envolvendo o suspeito e sua companheira", informou a polícia.

Após as informações recebidas, os policiais começaram a monitorar por alguns dias o endereço informado na denúncia e, depois, conseguiram flagrar o foragido em frente ao condomínio.

Ele foi encaminhado para uma unidade do sistema prisional em Cuiabá. Durante a prisão e procedimentos na delegacia, o homem não apresentou advogado. Ele deverá ser assistido por um defensor público caso não apresente advogado durante o correr do processo.

Universa