PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

Português é condenado após espancar e obrigar mulher a ver filmes pornôs

Homem acreditava que a mulher mantinha um caso com o irmão dele - iStock
Homem acreditava que a mulher mantinha um caso com o irmão dele Imagem: iStock

Do UOL, em São Paulo

01/10/2020 14h07

Um português de 42 anos foi condenado ontem, em julgamento na cidade do Porto, a quatro anos e quatro meses de prisão por crimes de violência doméstica contra a própria mulher.

Segundo o jornal Correio da Manhã, o homem acreditava que era traído pela esposa com o irmão dele e passou a espancá-la para que confessasse a relação. Diante das negativas, ameaçava-a de morte.

Além disso, o denunciado exibia filmes pornôs à mulher com cenas entre mulheres e cunhados, forçando-a a assumir que protagonizava cenas semelhantes. Ele já estava em prisão preventiva.

"Esta foi uma cisma que o senhor desenvolveu e que alimentava. Era uma verdadeira obsessão quando a instava a confessar que a relação existia", relatou o juiz do caso, Pedro Brito, de acordo com a publicação.

O homem ainda era acusado de maus-tratos a outros dois filhos, mas foi inocentado. O magistrado afirmou que o condenado "tem uma dependência severa de cocaína e precisa se tratar", enquanto a mulher "está fragilizada".

Violência contra a mulher