PUBLICIDADE

Topo

Autoestima

Mel C sobre distúrbio alimentar na época das Spice Girls: "Fiquei doente"

A cantora Melanie C - Reprodução/Instagram
A cantora Melanie C Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa

26/09/2020 17h02

A cantora Melanie C, integrante de um dos grupos de maior sucesso do mundo pop, as Spice Girls, contou, em entrevista ao jornal britânico The Guardian, que teve uma série de problemas no auge do sucesso, entre eles questões relacionada à própria aparência.

"Os pontos negativos de ser famosa foram devastadoramente difíceis. Eu estava vulnerável, e os tablóides eram cruéis e sem coração. Isso me levou a ficar doente. Eu estava lutando contra um distúrbio alimentar e sofrendo de depressão. Tinha tudo que sempre sonhei e estava desesperadamente infeliz", contou.

Ela ainda dá um conselho para as pessoas que possam estar passando por um momento parecido, de sofrimento e sintomas depressivos. "Lembre-se disso: você merece uma vida melhor. Eu continuo a dizer isso para mim mesma e para os outros", afirmou.

"Você precisa chegar ao ponto em que está pronto para receber ajuda — essa é a parte mais difícil de começar a melhorar. As pessoas ao meu redor sabiam que as coisas não estavam certas, mas eu estava com vergonha e não via saída, então as evitei", completa.

Como Mel C, diversas artistas têm falado publicamente sobre distúrbios alimentares causados pela pressão estética que sofreram e sofrem. E dão seus depoimentos na tentativa de ajudar outras mulheres que, mesmo não sendo famosas, também se martirizam diariamente por acreditarem que precisam ter um corpo considerado "ideal". Veja, abaixo, quem já falou sobre o tema:

Cleo: "Ganhava peso e não saía de casa"

Cleo - Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Cleo falou publicamente sobre compulsão alimentar
Imagem: Reprodução / Internet

A atriz e cantora Cleo entrou para o time da aceitação corporal e está sempre falando sobre as dificuldades que teve, devido à pressão estética. Cleo desenvolveu uma compulsão alimentar, ligada a problemas psicológicos. Mas também afirma que, em determinado momento da vida, voltou essa compulsão para o desejo de ficar magra, com excesso de exercícios e dietas restritivas, o que considera "doentio".

Depois que engordou, de uns anos para cá, diz que, a princípio, se sentia incomodada. Mas decidiu aceitar seu corpo e tratar da sua saúde mental, em vez de focar na magreza. "Eu tinha muito problema em ganhar peso. Eu ganhava peso e não saía de casa", contou em entrevista a Universa em 2019.

Demi Lovato: "Sou mais do que o meu peso"

Demi Lovato - Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Demi fez tratamentos contra anorexia e bulimia
Imagem: Reprodução / Internet

A americana Demi Lovato é mais uma famosa que já sofreu distúrbios alimentares e teve muitos problemas com a própria imagem — ela já teve anorexia e bulimia. Hoje, porém, dá um show de autoestima sempre que pode nas redes sociais — ela já abriu o jogo sobre gordofobia e pele com acne, por exemplo.

Também não deixa passar batido comentários gordofóbicos, na tentativa de explicar para as pessoas que determinados comentários são bastante agressivos. Quando se viu em uma manchete de um site de fofocas dizendo que ela ficaria melhor se suasse na academia, Demi rebateu: "Eu sou mais do que o meu peso".

Ela já respondeu até seguidores que destilaram gordofobia nos comentários de suas redes sociais. Como quando um disse que mandaria uma mensagem sobre um plano de dieta. "Na verdade eu escolhi não fazer dieta e cair de novo em hábitos que não são saudáveis, arriscando perder minha sanidade ou saúde mental, mas obrigada pela oferta, super doce", ironizou Demi na resposta, que foi uma verdadeira lição.

Bruna Marquezine: "Toda mulher se sente pressionada para estar no padrão"

marquezine - Reprodução / Internet - Reprodução / Internet
Além de problemas alimentares, Marquezine também teve depressão
Imagem: Reprodução / Internet

Outra brasileira que resolveu se abrir sobre transtornos alimentares foi Bruna Marquezine. Em maio deste ano, ela revelou em uma live no Instagram com o jornalista Bruno Astuto que sofreu com depressão, distúrbio alimentar e transtorno de imagem por conta da pressão do público. Ela disse que atravessou um momento muito delicado, em que se cobrava muito para estar dentro do padrão de beleza.

"Toda mulher se sente pressionada pela sociedade para estar no padrão. Eu sofria muito com isso. Sempre me cobrei muito. Enfim, foi um momento difícil e muito delicado", disse. "Passei por momentos difíceis. Crescer exposta faz com que você comece a condicionar seu olhar ao olhar do outro."

Em agosto, em entrevista ao jornal O Globo, ela falou mais sobre padrões estéticos e a necessidade de se libertar deles. "Vivemos em uma sociedade que impõe muitos padrões extremamente machistas, [...] e quem não segue é altamente criticado. Busco ter uma relação de paz e amor com o corpo. Acredito no equilíbrio em geral. O principal objetivo é cuidar da saúde, depois da aparência em si", disse a atriz. "Todas as mulheres devem olhar no espelho e se sentirem bem."

Taylor Swift: "Achava normal quase desmaiar de fome no palco"

taylor swift - TodaTeen - TodaTeen
A cantora Taylor Swift
Imagem: TodaTeen

Manter a aparência magra levou a cantora Taylor Swift a situações de extremo desgaste, como quase desmaiar de fome no palco, enquanto fazia um show. Ela fez revelações sobre seus distúrbios alimentares durante a carreira no documentário "Miss Americana", da Netflix. No filme, ela narra a vida fora do palco, a pressão para perder peso, a pressão da mídia e das redes sociais.

Taylor diz no início da carreira brigava com quem se preocupava com seu peso. "Eu iria defender a situação. Ia dizer 'é claro que eu como, só me exercito demais'. Como se fosse completamente normal". Um dos gatilhos eram os comentários e fotos tiradas por fãs e paparazzi."Ao longo dos anos percebi que não é bom ver fotos de mim todos os dias", diz.

"Eu achava normal quase desmaiar no meio de um show. Eu normalizei. Agora, percebo que se você come, tem energia e fica mais resistente, pode se apresentar sem passar por isso". Taylor acrescenta. "Sou mais feliz agora. Não me importo tanto quando dizem que ganhei peso. Prefiro parecer gorda do que doente".

Autoestima