PUBLICIDADE

Topo

Violência contra a mulher

EUA: Homem coloca esperma em água de colega de trabalho que o rejeitou

Homem em Palmdale (EUA) foi condenado por assédio sexual após sujar pertences de colega com sêmen - iStock
Homem em Palmdale (EUA) foi condenado por assédio sexual após sujar pertences de colega com sêmen Imagem: iStock

De Universa, em São Paulo

23/09/2020 15h21

Stevens Millancastro, um residente da cidade de Palmdale (EUA), foi condenado por assédio sexual após esfregar as mãos sujas de sêmen em vários objetos de propriedade de uma colega de trabalho que rejeitou seus avanços sexuais.

Segundo a CBS, Millanscastro deixou vestígios de esperma em várias garrafas d'água da mulher, além de um pote de mel que estava em sua mesa e o mouse do seu computador.

O advogado de Millanscastro tentou diminuir a pena do cliente dizendo que o crime foi cometido como uma forma de vingança, e não para gratificação sexual, de forma que a acusação não poderia ser encaixada na condenação de assédio.

Segundo ele, a vítima já havia denunciado o colega ao departamento de recursos humanos da empresa quando ele tentou repetidamente convidá-la para sair. A corte rejeitou o argumento do advogado.

A pena de Millanscasto ainda não foi decidida, mas pode chegar até dois anos e meio de prisão. Ele também terá que fazer registro em uma lista oficial de criminosos sexuais mantida pelo governo norte-americano.

Violência contra a mulher