PUBLICIDADE

Topo

Beleza

Salão de quarentena: como cortar o cabelo em casa sem cometer um desastre

Bateu vontade de cortar o cabelo na quarentena? Tesoura bem afiada e algumas técnicas podem ajudar - Aline Takashima/UOL
Bateu vontade de cortar o cabelo na quarentena? Tesoura bem afiada e algumas técnicas podem ajudar Imagem: Aline Takashima/UOL

De Universa

18/04/2020 04h00

Após cerca de um mês de isolamento social, o cabelo começa a perder o corte e a mão coça ao ver uma tesoura. Enquanto há quem esteja optando por raspar a cabeça para não ter que lidar com os fios sem formato, outras pessoas preferem se aventurar no corte feito em casa, o que -é preciso alertar- é fortemente desaconselhado pelos especialistas. Porém, se a vontade é maior do que o medo, algumas dicas podem ajudar a renovar o visual a evitar um desastre (muito grande).

Tesouras adequadas

Wesley Nóbrega, cabeleireiro do salão Allumé, aconselha, antes de tudo, contar com tesouras adequadas. "A tesoura profissional tem um corte preciso, fio por fio. As de tapeçaria ou de papel são menos certeiras", diz o especialista. Caso você, assim como a maior parte das pessoas, não conte uma tesoura de cabeleireiro em casa, opte por uma cuja lâmina esteja bastante afiada.

Corte o cabelo com os fios molhados, para evitar que a tesoura escorregue - Aline Takashima/UOL
Corte o cabelo com os fios molhados, para evitar que a tesoura escorregue
Imagem: Aline Takashima/UOL

Molhe os fios

Há a falsa sensação de que cortar o cabelo seco facilitaria a vida de quem vai fazer o próprio corte. Isso se dá porque cortá-lo seco ajuda a visualizar o resultado final. No entanto, este também pode ser a receita para o desastre. "A tesoura acaba escorregando mais no fio seco, o que pode fazer com que você corte mais do que pretende. O cabelo molhado te dá mais controle do movimento porque ele 'prende' mais a tesoura", afirma Nóbrega.

Segure a emoção!

Antes de decidir mudá-lo radicalmente, que tal dar só uma aparada no cabelo? Mantenha em ordem o controle emocional e vá com calma. "Corte de pouquinho em pouquinho, para você ir vendo qual o comprimento você gostaria de ter." Segurar a ansiedade é, talvez, uma das dicas mais importantes para os hairstylists de primeira viagem. Com o cabelo molhado, porém, é preciso lembrar que ele pode "encolher" depois de seco. "Se estiver fazendo tudo isso com o cabelo molhado, lembre-se que o fio estica e parece mais longo."

Não seja emocionada e corte os fios aos poucos para evitar uma arte - Aline Takashima/UOL
Não seja emocionada e corte os fios aos poucos para evitar uma arte
Imagem: Aline Takashima/UOL

De frente para o espelho ou na base do tato

A melhor posição para fazer o corte é de frente para o espelho, em pé preferencialmente. "Ao aparar uma mecha do cabelo, tenha cuidado com a proporção para que você mantenha a simetria com o outro lado", diz o cabeleireiro. E não vire o rosto para ver um dos lados melhor. "Isso pode deixar o corte torto."

Para cortes mais curtos, Wesley aconselha uma técnica que parece ousada, mas que, segundo ele, é a mais certeira: ir no tato. "Pegue uma mecha na nuca e corte, cheque no espelho se gostou do resultado. Depois, pegue outra mecha e, com o tato, veja quanto é preciso cortá-la." Mão firme e confiança!

Dedos na horizontal

Use o indicador e o dedo médio para segurar a mecha que você pretende aparar. A técnica é importante para que você veja com mais clareza quanto do comprimento vai ser retirado. Os dedos precisam ficar firmes na mecha. "Se você os deixar em um ângulo de 45 graus, você cortará a mecha de forma desigual", diz Wesley.

Técnica do rabo de cavalo

Penteie o cabelo e faça um rabo de cavalo no topo da cabeça - Aline Takashima/UOL
Penteie o cabelo e faça um rabo de cavalo no topo da cabeça
Imagem: Aline Takashima/UOL
Vai ficar assim, bem paquita - Aline Takashima/UOL
Vai ficar assim, bem paquita
Imagem: Aline Takashima/UOL

Se está insegura se terá toda a habilidade necessária para fazer o corte, é possível apostar em uma segunda técnica, a do rabo de cavalo: pegue os fios e segure no alto da cabeça, como um rabo de cavalo alto. Depois, corte as pontas do cabelo com a tesoura.

"É uma forma de dar mais movimento ao corte sem mexer muito no comprimento", fala o especialista. Tente picotar no máximo dois dedos. Ainda assim, a técnica é boa porque, mesmo que dê errado, o cabelo não fica assim tão desastroso. "A parte de dentro será a de cima do cabelo, que ficará mais comprida. Então, se você cortar demais os fios, o máximo que acontecerá será um repicado mais dramático", afirma.

Meça com o indicador e o dedo médio o comprimento que você quer cortar - Aline Takashima/UOL
Meça com o indicador e o dedo médio o comprimento que você quer cortar
Imagem: Aline Takashima/UOL
Vá com calma porque cabelo molhado estica - Aline Takashima/UOL
Vá com calma porque cabelo molhado estica
Imagem: Aline Takashima/UOL

Vale lembrar, no entanto, que estes são alguns conselhos para quem quer aparar ou dar movimento ao cabelo. Deixe para fazer uma mudança radical quando tudo isso passar e você puder desfilar de visual novo por aí.

Bônus: cortando cabelo do resto da família

O próximo da fila do seu salão é seu companheiro? Cabelos masculinos mais longos pedirão corte com tesoura. "E aí vai de instinto, cortando aos poucos, tentando seguir o corte anterior", diz Wesley Nóbrega. O mesmo vale para o corte de cabelo das crianças.

No caso específico do companheiro, o ideal é cortar o cabelo por partes: se começar pelo lado direito, siga até a parte de trás da cabeça e pare. Recomece, então, da têmpora esquerda em direção à nuca. "Isso ajuda a criar um ângulo de 45 graus que evita o efeito de 'cabeção' do corte masculino."

Se for usar a maquininha, tenha certeza que ela está bem carregada. "O que mais acontece é gente que fica com o corte pela metade porque acabou a bateria da máquina", ri o especialista. Ao começar a fazer o corte, use inicialmente os pentes mais altos e vá, gradualmente, diminuindo o comprimento. "Para você não fazer arte e não acabar com um divórcio em pleno isolamento social", brinca.

Beleza