PUBLICIDADE

Topo

"Foi extremamente doloroso e ainda é", diz Jessica Simpson sobre abuso

Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

De Universa, em São Paulo

29/01/2020 12h00

A atriz e cantora Jessica Simpson, que revelou à "People" que sofreu abuso sexual na infância entre 6 e 12 anos, disse ao mesmo veículo que o episódio ainda afeta sua mente. Ela foi violentada pela filha de um amigo de sua família.

"Foi extremamente doloroso e ainda é. Ainda é chocante. Havia aquela garotinha em mim querendo fazer a coisa certa, sem saber como se defender e sem saber como detê-la", falou a artista sobre a agressora.

Os detalhes do abuso - alguns já divulgados antes do lançamento pela revista - estão na autobiografia da loira de 39 anos, denominada "Open Book", que está prevista para chegar ao mercado no dia 4 de fevereiro.

No livro, ela conta que revelou aos pais o que estava sofrendo aos 12 anos - e a reação foi chocante.

"Minha mãe deu um tapa no braço do meu pai quando eu disse que algo estava acontecendo. Meu pai manteve o olho na estrada e não disse nada", disse Jessica.

"A partir desse momento, nunca mais voltamos a esse lugar [onde sofria abusos] e nunca mais ficamos sozinhos nessa situação. Isso partiu os corações deles, e a maneira de lidar com isso era garantir que nunca algo do tipo acontecesse novamente", completou.