PUBLICIDADE

Topo

"A Morte" rege o tarô em 2020. Veja como vai influenciar na sua vida

Tarô 2020: o que será que vem? - iStock
Tarô 2020: o que será que vem? Imagem: iStock

Camila Eiroa

Colaboração para Universa

15/12/2019 04h00

Assim como podemos fazer o mapa astrológico para saber quais as influências para um novo ano que se inicia ou para a vida de cada pessoa, o Tarô também é uma ferramenta muito eficaz para esse propósito. Ele pode funcionar de diversas maneiras, sendo a primeira dela em uma relação numerológica com o ano regente. Como entraremos em 2020, somamos 2+2 e temos um 4.

A carta 4 no tarô é o Imperador, mas ela não vem sozinha. Se buscarmos novamente um 4 entre as cartas, encontraremos A Morte, que é número 13 — assim quando somamos 1+3, encontramos o outro 4. O terapeuta e tarólogo Paulo Beni, contou que A Morte é um arcano que pode assustar em um primeiro momento, mas é necessário e chega com a promessa de grandes renascimentos e transformações.

"Em 2019 fomos regido pelo Pendurado, o arcano 12. Ele nos trouxe os desafios de sair do comodismo, de desapegar e de nos abrirmos para o novo. Mas como desapegar de coisas boas? Oras, entendendo que isso é o que abre portas para grandes revoluções", questionou Paulo, que destaca o fato de o personagem da carta estar pendurado pelos pés, mas não demonstrar nenhum esforço de sair dessa posição.

Já em 2020, com a figura do Imperador, seremos regidos por uma força de comando e de poder. "Será um ano de decisões e de muita força. Falar do Imperador é muito fácil porque ele representa tudo aquilo que queremos: o poder de decisão, o pulso firme para comandar e a sabedoria para prosperar. Mas ele também é uma figura que, para conquistar tudo isso, mata se for preciso", refletiu.

Arquétipos: luz e sombra

Ou seja, as duas cartas de tarô para o ano novo, de certa maneira, o arquétipo da morte e do renascimento. Mas antes que todo mundo se assuste, o tarólogo destacou que a essência do tarô não está apenas na figura representada em cada lâmina. Há muito mais coisa por trás desses simples desenhos.

"O Imperador abre as portas e fala: vem comigo! Já A Morte é um portal, uma transformação. Não estou falando do desencarne, de morrer fisicamente. Estou falando de transformações profundas, a morte de algumas coisas que já estão ultrapassadas para nós e para o mundo. Se muita gente se acomodou em 2019, 2020 é a grande chance de deixar para trás o que atrapalha nosso processo de evolução", entregou.

Já dentro da Astrologia, seremos regidos pelo Sol, que, por sua vez, tem tudo a ver com o arquétipo d'o Imperador. Ambos brilham e trazem clareza, mas em excesso podem destruir. "Será um ano de brilho, conquista e personalidade. Devemos usar nosso ego para conquistar nossos objetivos de maneira positiva. Em resumo, se não nos dispusermos a mudar o que é necessário, 2020 dará um jeito de fazer isso por nós", avisou Paulo.

Medo da morte?

Para quem ainda tem medo ou receio da carta da Morte, o tarólogo lembrou que só sabe viver quem sabe morrer. "E não morrer fisicamente, mas sim deixar morrer nossos preconceitos, nossos sentimentos mais profundos que nos limitam. Uma porta está, sim, sendo fechada, mas para que outra se abra. Será que seu emprego, aquele amigo ou aquela atividade ainda fazem sentido na sua vida?", questionou.

É após todas as transformações que o arquétipo da Morte trás que estaremos prontos para vivenciar a Temperança, arcana que rege o ano de 2021 e traz mais paciência para vivenciar os ciclos como eles são. "O caminho pode ser difícil, mas há esperança em cada passo."

Mapa tarológico mês a mês

O mapa tarológico vem mostrar as energias que vamos vivenciar em cada mês de 2020. Paulo relembra que é uma ferramenta mais geral e, para entender como será o mês individual de cada um, o ideal é marcar uma leitura pessoal. Veja abaixo as previsões do tarólogo.

Janeiro: O Carro

Será um mês de movimento, ação e muita atitude. Todo mundo será convidado a por a mão na massa para plantar as primeiras sementes que devem florir em 2020.

Fevereiro: O Papa

Mês de conexão com o divino e com as emoções. A espiritualidade será importante para fortalecer o que cada um sente, principalmente em tempos de carnaval.

Março: Os Enamorados

Estaremos mais ligados aos sentimentos e com mais emoção na hora de fazer algumas escolhas. Aquela decisão importante que depende de um sentimento poderá ser tomada.

Abril: A Roda da Fortuna

Que gira a roda da vida? Você! É um mês para construções financeiras mas que necessita muita atitude. Não espere que as coisas aconteçam sozinhas.

Maio: O Julgamento

Mês de grandes provações e conexão com a espiritualidade. Seremos convocados a concretizar nossa missão. Só não ouve o chamado quem está em desconexão com seu propósito.

Junho: O Sol

Um mês de sucesso! Porém, cuidado para não ficar muito exposto ao sol para não se queimar. Cuidado com o ego inflado!

Julho: A Temperança

Mês para deixa fluir. Às vezes a gente acha que nossos sentimentos estão bagunçados, mas é só porque não os deixamos fluir. Será necessário expressar o que se sente.

Agosto: O Eremita

Será um momento mais lento, mas de muito aprendizado. Aprenderemos com a solitude e com o silêncio. Hora de investir em sabedoria, cursos e leituras.

Setembro: O Imperador

Fortalece a energia do ano inteiro. Mês para atravessarmos as portas. É quando seremos cobrados de toda lição de casa. Quem tiver feito tudo direitinho, terá muito brilho.

Outubro: O Mundo

A melhor carta do tarô? Sim! Se ficar comprovado que cumprimos nossos deveres, ganharemos um grande presente. É o fim e o começo de um novo grande ciclo.

Novembro: O Pendurado

Hora de desapegar, ver a vida de outra forma e reaprender tudo que aprendemos em 2019. Respeitem esse movimento, deixem acontecer.

Dezembro: A Força

A força não é a medida, mas o equilíbrio dos movimentos. Em dezembro seremos convidados a ter muito equilíbrio para lidar com nossas emoções.

Alto Astral