PUBLICIDADE

Topo

Mães e filhos

Sabrina Sato defende turbantes de Zoe: "Quando ela não quer algo, ela tira"

Sabrina Sato - Manuela Scarpa/Brazil News
Sabrina Sato Imagem: Manuela Scarpa/Brazil News

Carolina Martins

Colaboração para Universa

29/05/2019 12h47

Sabrina Sato foi alvo de críticas nas redes sociais sobre os turbantes que tem colocado na filha Zoe, de 6 meses. Em conversa com a Universa, a apresentadora disse não ter visto os comentários, mas fez questão de contar como encara o uso do acessório pela bebê.

"Eu adoro moda, então é natural que quando tivesse uma filha menina eu ia emperequetá-la. Adoro fazer isso e a Zoe também. Quando ela não quer alguma coisa, ela tira", afirmou, durante evento da Dolce & Gabbana, nesta terça-feira (28), em São Paulo.

Entre os comentários, houve quem dissesse que as orelhas de abano da criança seriam motivo de vergonha para Sabrina. Ou seja, a apresentadora usaria o acessório constantemente para escondê-las.

"A orelhinha dela é linda, de abaninho igual à do pai", brincou, sobre o marido, Duda Nagle. "Acho lindas todas as características dela, por isso a mostro com tanto orgulho e carinho para as pessoas", completou.

Sabrina encara os haters como parte da fama, mas nem se importa com eles. "É algo que a gente sempre vai ter. Sempre procuro ver o lado bom da vida, então os elogios e as pessoas que gostam da gente é que sempre vão se sobressair", garantiu.

Apropriação cultural também foi outro ponto apontado por alguns seguidores, já que os turbantes são originários da cultura africana. "Ela tem ascendência libanesa, então se for assim, ela também pode usar, já que lá no Líbano se usa. Ela é libanesa, japonesa, uma mistura de raças que nem eu."

Mães e filhos