Topo

Novidades de beleza


Novidades de beleza

Estrias: novos tipos de radiofrequência diminuem marcas vermelhas e brancas

Getty Images/iStockphoto
Imagem: Getty Images/iStockphoto

Paula Roschel

Colaboração para Universa

15/05/2019 04h00

A estria é uma espécie de cicatriz. Ela aparece após a pele passar por algum tipo de estiramento intenso, como gravidez, crescimento ou aumento expressivo de massa. Tal característica não é considerada um problema de saúde, e sim uma questão estética, então cabe a quem tem as linhas encará-las como parte da vida ou tentar amenizá-las.

Para quem prefere diminuir a aparência delas, existem equipamentos capazes de suavizar ou até mesmo acabar com as marcas, como as recentes e populares radiofrequência microagulhada e radiofrequência pixel.

As estrias são classificadas pelo tom. "Elas são vermelhas e brancas. Ambas são ocasionadas pelo mesmo motivo, que é a destruição de fibras elásticas e colágenas da pele, formando uma linha. Podemos dizer que as brancas são uma 'evolução' das vermelhas", diz a fisioterapeuta dermatofuncional Paola Portugal Gouvêa Pini, da Clínica Finit, de São Paulo."Quando ela surge, está mais ativa e há mais inflamação local, por isso é vermelha. Com o passar do tempo, a estria vai ganhando aspecto de cicatriz esbranquiçada", completa.

Ponteira certeira

A radiofrequência é um protocolo clássico para aumento de colágeno. Ela costuma ser muito confortável, apenas levando calor à pele. Só que quando entra em cena a ponteira do tipo pixel, sensações mais intensas surgem."O aparelho faz um dano físico nas estrias como se estivesse lixando a área, o que forma uma casquinha. Ou seja, ele não perfura, como um microagulhamento, mas lesiona o tecido que, a partir desse estímulo, renova a pele e minimiza o calibre das linhas", explica a fisioterapeuta dermatofuncional Marina Berti, de São Paulo.

Como a radiofrequência pixel não é indolor, há quem use creme anestésico para amenizar o desconforto. "O tratamento é sempre melhor sobre estrias avermelhadas, que ainda estão novas e respondem bem à ablação", completa a profissional. Marina afirma ainda que as estrias brancas não somem com a técnica, mas ficam bem discretas.

Microagulhamento

O microagulhamento somado à radiofrequência também está bem popular quando o assunto é diminuição de estrias."Ele é considerado uma nova geração em radiofrequência que direciona a energia para camadas mais profundas da pele, estimulando, assim, o colágeno", diz Paola. Por focar num ponto mais profundo da pele, faz com que a superfície fique preservada, enquanto internamente as temperaturas chegam até 70ºC, o que garante potência máxima em prol da pele mais homogênea. "A radiofrequência microagulhada estimula a regeneração celular por meio da cicatrização, síntese de elastina, produção de colágeno e de vasos sanguíneos," explica a dermatologista Thais Pepe, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, de São Paulo.

São necessárias quatro sessões, que também envolvem desconforto, para ver a pele mais lisa. Mas a mudança na textura já é percebida logo após a primeira aplicação."O protocolo exigemenor período de recuperação e diminui o risco de manchas. Além disso, o microagulhamento aumenta a absorção de ativos, como a vitamina C, DMAE e colágeno, aplicados na sequência para potencializar os resultados, ocorrendo assim diminuição expressiva das estrias", explica Paola.

Radiofrequência microagulhada

O que é: Introdução de pequenas agulhas com radiofrequência sob a pele com o intuito de diminuir as estrias.
Resultados esperados: Diminuição da aparência de estrias brancas ou avermelhadas.
Duração: Em média, 40 minutos.
Quantidade de sessões: Até cinco, com periodicidade mensal.
Contraindicação: Pessoas com marcapasso, cardíacos, que tomam remédios anticoagulantes, com metais na área a ser tratada, quem está tomando Roacutan, gestantes, sobre tatuagens e pessoas que têm PMMA.
Manutenção: Apenas se surgirem novas estrias.
Valor da sessão: A partir de R$ 600 + R$ 500 (valor da ponteira para todo o tratamento, que é de uso individual).

Radiofrequência pixel

O que é? Ponteira de radiofrequência que cria um dano físico na pele e, assim, ameniza a aparência de estrias brancas e avermelhadas.
Resultados esperados: Estrias avermelhadas podem desaparecer após o tratamento, já as brancas ficam mais finas e discretas.
Duração: 30 minutos.
Quantidade de sessões: A partir de cinco sessões, com intervalo mensal.
Contraindicação: Gestantes, pacientes hipersensíveis, pacientes em tratamento de câncer e com lúpus.
Manutenção: Apenas se surgirem novas estrias.
Valor da sessão: A partir de R$ 500.