PUBLICIDADE

Topo

Universa

Jovem é detida no Irã por não usar véu na rua

Souad Hamidi tira o véu que era obrigada a usar pelo Estado Islâmico - Rodi Said/Reuters
Souad Hamidi tira o véu que era obrigada a usar pelo Estado Islâmico Imagem: Rodi Said/Reuters

20/10/2020 15h52

Uma jovem que apareceu em vídeos andando de bicicleta sem hijab foi detida no Irã, onde o uso do véu é obrigatório para mulheres em público, informou nesta terça-feira a agência de notícias oficial Irna.

"Uma pessoa que recentemente violou a regra e insultou o véu islâmico foi presa", informou o governador da cidade de Najafabad (centro), Mojataba Raii, citado pela Irna.

Segundo a Irna, a divulgação das imagens de uma jovem "andando de bicicleta sem véu em uma praça central" da cidade e "em frente à grande mesquita" gerou protestos entre "os habitantes e membros do clero" de Najafabad.

Na segunda-feira, um curto vídeo filmado com um telefone celular circulou nas redes sociais em que uma jovem foi mostrada com a cabeça nua em uma bicicleta em frente a uma grande mesquita.

Nas imagens, a jovem aparece com o rosto borrado e levantando o braço de vez em quando em saudação.

A lei em vigor no Irã desde a revolução islâmica de 1979, obriga as mulheres, iranianas ou estrangeiras e qualquer que seja sua religião ou crença, a sair com véu e com o corpo coberto por vestido largo e comprido.

No entanto, o zelo das autoridades neste assunto diminuiu durante os últimos vinte anos.

O governador da cidade de Najafabad relatou que uma investigação foi iniciada para determinar por que a jovem "cometeu o ato" sem revelar a identidade da detida.

"Os moradores da cidade organizam hoje (terça-feira) uma passeata de protesto" contra esta "violação sem precedentes das regras".

A agência Fars, próxima aos conservadores, também indicou que "várias mulheres" protestaram hoje em Najafabad na praça onde "uma mulher infringiu a lei".

Universa