PUBLICIDADE

Topo

Se Conselho Fosse Bom

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

"Socorro, meu sogro é um homofóbico terrível"

Getty Images
Imagem: Getty Images
Conteúdo exclusivo para assinantes
Karin Hueck

Karin Hueck é jornalista e escritora. Foi editora da revista "Superinteressante", colaborou para alguns dos maiores veículos do Brasil e tem 5 livros publicados. "Se conselho fosse bom" é uma coluna de conselhos sentimentais, existenciais e práticos. Está com problemas no trabalho? Sua família te enlouquece? Não sabe se casa ou compra uma bicicleta? Mande as suas dúvidas para o se.conselho.fosse.bom@bol.com.br As respostas são 100% anônimas

Colunista de Universa

07/08/2021 04h00

Está precisando de um conselho? Mande a sua pergunta para se.conselho.fosse.bom@bol.com.br

Olá, não sei o que fazer. Eu namoro há quatro anos com um cara que parece ser tudo que eu quero. Ele me trata bem, é um cara legal, tudo perfeito. Como moramos na mesma cidade, acabamos que convivemos muito com as nossas famílias. O problema é meu sogro. Toda vez que eu vou na casa dele, ele faz alguma piada ou comentário homofóbico. Da última vez, apontou pra um jogador de futebol na TV e falou que ele "tinha cara de viado". Meu irmão é gay e tenho muitos amigos gays e lésbicas também. Eu tento revidar, mas acaba que ele sempre fala mais alto ou faz alguma outra piada, e eu fico mais brava ainda, e ele acha engraçado. Chegou que não quero mais ir na casa dele. Meu namorado fala que esse é o jeito do pai mesmo, que eu preciso entender. O que eu faço?
- Só podia ser hétero

- Cara só podia ser hétero
Infelizmente, seu namorado não parece ser tão perfeito assim. A única pessoa que pode te livrar desse inferno de sogro é ele. É muito importante que você explique para ele como o comportamento do seu sogro te fere - além de ser crime. É bom lembrar também que, além da homofobia evidente, você também está sofrendo bullying desse homem, quando ele ri da sua revolta. É muito importante que o seu namorado fique do seu lado, em vez de arranjar desculpas pro pai. Dá próxima vez em que seu sogro for homofóbico, ele deve dizer algo na linha: "Pai, você precisa parar de falar essas coisas. É preconceituoso e nós não vamos mais ficar ouvindo esse tipo de comentário de você". Se ele insistir, vocês levantam e vão embora. Façam isso até ele entender o recado. Se seu sogro preferir continuar sendo esse homofóbico nojento, ele vai ter que ficar sem a companhia de vocês.

Terminei um relacionamento de quase uma década há exato 1 mês. Três semanas após eu sair de casa, apareceu uma oportunidade para ficar com uma pessoa e eu, sob efeito de álcool, achei que seria bom e embarquei. O problema é que no dia seguinte, eu não soube explicar o que estava sentido. Me bateu um pouco de culpa, uma vez que ainda me sinto preso à minha ex e me sinto responsável por ela (apesar de nós sabermos que não há mais futuro junto nem possibilidade de volta). Fiquei com um peso enorme na consciência, mesmo sabendo que não fiz nada de errado. Durante os anos juntos, fui fiel a ela e jamais considerei a hipótese de traí-la, eu realmente amava-a muito. Fui um babaca?
- Babaca de marca menor?

- Caro babaca e marca menor
Acho que nunca na história do planeta ninguém foi menos babaca que você. Você foi fiel à sua namorada por uma década. Depois, se separou e parece não estar iludindo-a de que uma volta seja possível. Então esperou até sair de casa para não misturar as coisas - e só então ficou com outra pessoa. Se tudo isso que você me contou for verdade, fica aqui a minha absolvição rs: você não fez nada de errado. A vida está seguindo em frente, e você também.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL