PUBLICIDADE

Topo

Mayumi Sato

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Dia do Sexo celebra a pior posição sexual para as mulheres: o tal do 69

vadimguzhva/Getty Images/iStockphoto
Imagem: vadimguzhva/Getty Images/iStockphoto
Conteúdo exclusivo para assinantes
Mayumi Sato

Mayumi Sato é meio de exatas, meio de humanas. Pesquisadora e diretora de marketing do Sexlog quer ressignificar a relação das pessoas com o sexo e, para isso, acredita que é preciso colocar a mão na massa, o que inclui decodificar o comportamento humano. Ao longo dos anos, estudando e trabalhando com o mercado adulto, passou a fazer parte de uma rede de mulheres interessadas e ativistas no assunto, por isso sabe que não está "não estamos" só. Idealizadora do cínicas (www.cinicas.com.br) e feminista sex-positive.

Colunista de Universa

05/09/2021 04h00

No dia 06/09 comemoramos o Dia do Sexo e a escolha dessa data não é por acaso: ela faz menção à posição sexual 69, um dos maiores equívocos já inventados pelo homem (com certeza, não foi criada por uma mulher). Explico:

Nós, mulheres e pessoas com vagina de uma forma geral, adoramos sexo oral, fato. Mas, não é como se qualquer movimento descontrolado ali na área íntima fosse capaz de nos levar à loucura. Para curtir, a gente precisa de clima e um pouquinho de concentração. Em alguns momentos também é preciso guiar os movimentos do parceiro (ou parceira), pra que o estímulo seja plenamente vivido.

Pois agora, pense na dinâmica do tal do 69. E me diga se há alguma possibilidade da gente curtir o oral oferecido enquanto nós, pessoas que gostam de pênis, precisamos dar atenção ao dito cujo. A resposta é que não.

Bom, mas isso sou eu e, é claro que não estou dizendo que essa é uma verdade universal. Para sentir o tesão da mulherada pelo 69 e outras posições sexuais comuns, encomendei uma pesquisa ao Sexlog, que vai comemorar o Dia do Sexo com uma promoção que tem uma cama de casal e artigos de Sexshop como prêmios.

Foram consultadas 5.111 pessoas e 51% delas concorda que a posição 69 é muito melhor para os homens do que para mulheres. O percentual foi um pouquinho mais baixo olhando só para os respondentes homens. Destes, apenas 46% acha que ela é melhor para eles do que para elas.

Entre as mulheres, 37% delas afirmam que nunca faz algo no sexo só pra agradar - ainda bem! Mas, algumas delas se lembraram de ocasiões em que toparam, por exemplo, sexo rápido quando não estavam a fim de rapidinha e sim de uma transada mais longa e gostosa. Lambida nos pés, sexo anal e lambida na orelha/ouvido, foram outras práticas mencionadas como feitas mais pra deixar o parceiro feliz do que para o seu próprio prazer.

Aproveitei e perguntei sobre histórias inusitadas que aconteceram enquanto faziam algo que nem queriam tanto durante o rala e rola, leia a seguir:

Histórias inusitadas de quem não estava a fim de transar

"Tava chupando uma mulher ela soltou um pum na minha cara."

"Uma vez o cara que eu saí ficou fazendo uma massagem meio estranha, tipo eu ficava arrepiado, ele ficou falando que todo mundo gostava, mas eu odiei. "

"Achei que iria gostar de tomar uns tapas no rosto mas no final vi que não me agrada mesmo prefiro sexo mais romântico gostosinho."

"Chupei uma mulher que menstruou durante o sexo, acabei não fazendo um alarde pra ela não ficar desconfortável, mas fui aos poucos parando o oral e já parti para o sexo e depois avisei que tinha descido."

"Odeio sexo anal e muitos anos atrás fiquei com um cara que insistia sempre, dizia que era frescura minha. Falei pra ele: se é frescura, deixa eu fazer em você então! O pior é que ele respondeu: fique à vontade, só vai devagar."

"O 69 virou 70. Ela enfiou o dedo no meu ânus. Adorei."

"A minha parceira tinha tesão em enfiar o dedo no meu cu, fazer um fio terra, resolvi deixar e experimentar com ela mas não gostei tanto assim, e paramos de fazer."

Parece que lá no Sexlog o pessoal não tem mesmo medo de ousar e testar coisas novas no sexo. Mas é sempre bom saber os seus limites e se relacionar com quem os respeita, é claro.

E você, tem alguma história inusitada que já aconteceu durante o sexo? Tem alguma prática que você não realiza de jeito nenhum e outras pessoas gostam? Me conta nos comentários!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Mayumi Sato