PUBLICIDADE
Topo

Vibrador? Réplica de foguete que levou Bezos ao espaço é vendida por US$ 69

Foguete New Shepard, da Blue Origin, fundada por Jeff Bezos - Reprodução
Foguete New Shepard, da Blue Origin, fundada por Jeff Bezos Imagem: Reprodução

Aurélio Araújo*

Colaboração para Tilt, em São Paulo

26/08/2021 14h33

Você pode até não ter sido convidado para a viagem espacial do bilionário Jeff Bezos, o fundador da Amazon, mas pode levar para casa um foguete dele. Ok, não o original, mas uma réplica em miniatura da aeronave. Ela poderá ser comprada nos Estados Unidos por US$ 69,99 (R$ 366,81 na conversão direta e sem impostos).

O "foguetinho" é uma versão do New Shepard, que levou Bezos ao espaço em julho. A réplica, desenvolvida pela Estes, empresa especializada em foguetes, ainda está em pré-venda e será lançada oficialmente apenas em novembro. Mas já está dando o que falar, principalmente pelo seu formato fálico — durante a decolagem da aeronave original teve gente que comparou a brinquedos sexuais para adultos, como um vibrador.

Como é a réplica do foguete

Embora seja uma miniatura, o foguete ainda assim pode ser equipado com outros produtos da empresa, como motores e acessórios, para quem quiser vê-lo decolar e viajar pelos ares.

Réplica do foguete New Shephard - Estes Rockets - Estes Rockets
Réplica do foguete New Shephard
Imagem: Estes Rockets

A empresa Estes vende até pequenos paraquedas que se abrem no ar para que a queda do foguete seja lenta e ele gere dano algum na descida.

A versão completa para decolagem está sendo vendida num kit pela companhia, que inclui até um controlador para o foguete, ao preço de US$ 109,99 (R$ 576,79).

"Uma pequena réplica do foguete em forma de pênis de Jeff Bezos pode ser sua por US$ 69", publicou uma internauta.

"Desculpe, meus óculos de leitura não aqui. Um pequeno ~~~~ pênis de Jeff Bezos ~~~~~~ pode ser seu por $ 69" ????", comentou outro.

Relembre a viagem de Bezos

Em 20 de julho, o fundador da Amazon deu um passeio pelo espaço acompanhado de seu irmão, Mark Bezos, de Oliver Daeme, de 18 anos, e da aviadora Wally Funk, de 82. Esses últimos se tornaram, respectivamente, o ser humano mais jovem e o mais velho a viajarem para o espaço.

O foguete New Shepard foi desenvolvido por uma outra empresa criada por Bezos, a Blue Origin, fundada em 2000 com a intenção de tornar as viagens espaciais mais acessíveis.

O passeio de Bezos foi o primeiro voo suborbital do mundo sem qualquer piloto e com uma tripulação composta apenas por civis. A viagem completa durou cerca de 11 minutos.

Espera-se que o sucesso da missão ajude a abrir portas para o turismo espacial, foco da Blue Origin. Voos comerciais estão nos planos da empresa e novos testes de viagem devem ser feitos ainda em 2021.

Disputa entre bilionários

Longe de ser apenas uma ideia do homem que fundou a Amazon, ocorre atualmente uma verdadeira disputa para saber qual será a primeira empresa a operar no ramo do turismo espacial, à medida que a tecnologia vai tornando essa possibilidade cada vez maior.

Poucos dias antes do voo do New Shepard, por exemplo, outro bilionário, Richard Branson, fundador da empresa espacial Virgin Galactic, também deu uma voltinha no espaço. Na semana passada, a empresa passou a vender passagens para fora da Terra, pela bagatela de US$ 450 mil.

Outro competidor no páreo é Elon Musk, o chefe-executivo da SpaceX. Em setembro, Musk pretende enviar uma tripulação apenas com civis para um voo orbital de vários dias. O interesse do público e dos aficionados por astronomia na viagem é tanto que ela poderá até mesmo ser acompanhada via Netflix.

*Com informações do site The Verge