PUBLICIDADE
Topo

QR Code para agendar vacina contra covid? Veja como a tecnologia funciona

QR Code - Getty Images/iStockphoto
QR Code Imagem: Getty Images/iStockphoto

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

16/06/2021 18h33

O QR Code vem sendo utilizado para o agendamento de vacinação contra a covid-19 em diversas cidades, como Jundiaí e Taubaté, no estado de São Paulo, e Londrina, no Paraná. Mas esse não é o único exemplo do uso desse sistema.

Se você gosta de programas de entretenimento na TV como Big Brother Brasil ou The Voice, já deve ter visto que o QR Code é utilizado para propagandas, promoções ou até mesmo para o engajamento do público, levando quem acessa à página da internet do programa através da câmera do celular.

Mas você sabe como funcionam esses códigos? Calma que vamos te explicar!

Evolução do código de barras

Primeiramente vamos entender o significado da sigla. QR Code é uma abreviação para Quick Response Code, ou Código de Resposta Rápida, na tradução literal. E você está enganado se pensa que essa tecnologia é nova.

Ela foi criada por uma empresa do grupo Toyota chamada Denso-Wave, em 1994 — ou seja, já se vão 27 anos desde que o código foi inventado. A ideia no momento da criação era facilitar a classificação de algumas peças de veículos.

Mas você já deve ter percebido que ele funciona mais ou menos como um código de barras. Na verdade, podemos dizer que ele nada mais é do que a evolução do código de barras.

O QR Code é uma espécie de gráfico 2D, já que utiliza as dimensões horizontal e vertical, enquanto o código de barras usa apenas a horizontal - como aquele usado em boletos e que serve para pagar faturas pelo app do banco, por exemplo.

Uma das diferenças entre ele e o código de barras está na facilidade de leitura. Se você já tentou pagar um boleto que recebeu por e-mail, sabe que dificilmente seu aparelho celular consegue ler as barras de primeira e, vez ou outra, você acaba tento que digitar todos os números do para efetuar o pagamento.

Mas com o QR Code isso raramente acontece. Esteja ele no computador, em outro celular ou até mesmo no canto da tela de sua TV, sempre é possível fazer a leitura.

Isso ocorre porque, no código de barras, é possível colocar uma pequena quantidade de números na linha (um boleto, por exemplo, costuma ter 47 números), enquanto o QR Code é um quadrado de informação, o que possibilita colocar mais de 7 mil combinações de traços.

Assim, é possível inserir no QR Code os chamados caracteres de redundância — ou seja, a informação é colocada de forma mais densa, possibilitando fazer uma correção de erros. Por isso o celular consegue ler muito mais facilmente o QR Code do que o código de barras. Mesmo um celular com uma câmera de baixa resolução consegue, já que a informação está sendo apresentada várias vezes.

Se você reparar bem em qualquer QR Code, verá que ele é sempre formado por diversas figuras. É possível observar pontos, retas horizontais e verticais etc. Cada uma dessas figuras é um código diferente que transmite uma informação 00 portanto, a densidade de informação é muito maior.

Para que serve?

Além das peças publicitárias, é possível usar o QR Code para alocar um link rápido para qualquer conteúdo, como seu portfólio, informações turísticas, sites de jornais e revistas, cartões de visitas, incluir informações nutricionais em rótulos de alimentos e muito mais. O limite é a sua criatividade.

Por falar nisso, você sabe como criar esse código? Ao contrário do que muitos podem pensar, criar um QR Code é algo bem simples e pode ser feito por meio de um celular ou de um computador.

Como gerar um QR Code?

Um dos sites mais utilizados para a criação desses códigos é o QR Code Generator, que é gratuito. Para acessar basta fazer o cadastro colocando informações como profissão, e-mail e para qual finalidade o QR Code será gerado. Após criar a conta, você recebe um e-mail de confirmação para poder acessar aos recursos da página.

Veja o passo a passo:

  1. Clique em "criar QR Code" e selecione para onde o usuário será direcionado (se para um site, um texto, um e-mail, Twitter, Facebook etc).
  2. Na sequência você vai colocar o caminho que o usuário deverá percorrer. Por exemplo, se você quiser direcionar a pessoa à página inicial de Tilt, deve inserir www.uol.com.br/tilt.
  3. Na sequência você deve nomear seu projeto. Já neste momento é possível fazer uma pré-visualização de como ficará o seu QR Code.
  4. Você também pode escanear com a câmera do seu celular para verificar se está tudo certo.
  5. Por fim, você escolhe o visual do seu QR Code. Existem diversos modelos pré-montados disponíveis no site.
  6. Pronto! Agora é só fazer o download do QR Code e enviar a imagem para quem você quiser.

Fonte: Angelo Sebastião Zanini, coordenador do curso de Engenharia de Computação do Instituto Mauá de Tecnologia (IMT).

*

TILT NO TELEGRAM