PUBLICIDADE
Topo

Xiaomi lança Mi 11 com câmera de 108 MP e promessa de desempenho de cinema

Mi 11 - Xiaomi/Divulgação
Mi 11 Imagem: Xiaomi/Divulgação

Renata Baptista

De Tilt, em São Paulo

08/06/2021 18h01

Mais um celular da Xiaomi desembarca no Brasil. A empresa lançou nesta terça-feira (8) o smartphone Mi 11, modelo top de linha que promete desempenho "cinematográfico", com alta performance do processador e qualidade de tela, câmera e som. Porém, o preço é salgado: R$ 7.999,99.

O celular tem um sensor de impressão digital embutido na tela. Mas é possível usar também o reconhecimento facial para desbloquear o aparelho. Além disso, ele conta com 8 GB de memória RAM (que ajuda no desempenho), com 256 GB de espaço para armazenamento interno e 5G.

O diretor do projeto da Xiaomi no Brasil, Luciano Barbosa, explicou para Tilt que a empresa decidiu focar também nos produtos premium para o mercado brasileiro. "Vemos muito potencial para isso aqui no país", afirma.

Mi 11 - Xiaomi/Divulgação - Xiaomi/Divulgação
Imagem: Xiaomi/Divulgação


Pelo Twitter, a Xiaomi anunciou que ainda vai disponibilizar um brinde para quem comprar o celular: 12 meses de assinatura Google One.

No design, se destacam os cantos arredondados, que dão uma aparência fina e leve ao produto. Ele pode ser encontrado nas cores: Midnight Gray (cinza), Horizon Blue (azul) e White (branco).

O Mi 11 apresenta um conjunto com três câmeras traseiras, composto por uma câmera principal de 108 MP, uma ultra grande angular de 13 MP e uma macro de 5 MP. Na traseira, ele suporta gravação de vídeo em 8K a 24 quadros por segundo. Na frente, ele traz uma câmera de 20 MP, que grava em até Full HD a 60 quadros por segundo.

As três lentes apresentam o modo noturno, recurso para melhorar fotos e vídeos capturados em ambientes com pouca luz.

Para quem deseja produzir conteúdos criativos e divertidos, o celular conta com alguns efeitos de cinema, como Magic Zoom, Time Lapse, Mundo Paralelo e Congele o Tempo.

Quem busca uma boa qualidade de som, o Mi 11 possui duas saídas de áudio para um som imersivo com assinatura da empresa Harman Kardon, especializada no setor.

O novo modelo da Xiaomi tem tela Amoled de 6,8 polegadas (17,27 cm). De acordo com a fabricante, garante 64 vezes mais cores que outros smartphones do mercado. A taxa de atualização de 120 Hz (torna a transição de imagens mais rápida e fluida).

O lançamento tem bateria com 4.600 mAh de capacidade, com promessa de durar um dia útil inteiro de uso contínuo.

Na caixa, acompanha o celular o carregador ultrarrápido de 55 W. Segundo a Xiaomi, é possível recarregar o celular de 0 a 100% em apenas 45 minutos. Se for sem fio, o processo leva 53 minutos.

O Mi 11 é o primeiro smartphone da Xiaomi no Brasil equipado com o chip Qualcomm Snapdragon 888 — mesmo usado na versão do Galaxy S21 nos EUA e alguns outros países. Por isso, é possível que o aparelho não tenha problemas com engasgos e travadas. O celular roda o sistema Android 11 com a interface da marca, MIUI 12.

Na China, quando foi lançado em dezembro do ano passado, foi um sucesso: chegou à expressiva marca de 1 milhão de unidades vendidas nos primeiros 21 dias. Será que ele vai ter sucesso por aqui? É algo para ficarmos de olho.

Ficha técnica

  • Tela Amoled com 6,8 polegadas
  • Conjunto de câmeras traseira (108MP+ 13MP + 5MP)
  • Processador Qualcomm Snapdragon 888
  • Bateria: 4600 mAh
  • Outros recursos: Alto-falantes Harman Kardon, Infravermelho, Wi-Fi 6E e Bluetooth 5.2
  • Preço: R$ 7.999,99