PUBLICIDADE
Topo

Marinha britânica quer combater piratas com traje de "Homem de Ferro"; veja

Traje desenvolvido pela Gravity Industries lembra o usado pelo "Homem de Ferro"; equipamento tem sido testado pela marinha britânica - Reprodução
Traje desenvolvido pela Gravity Industries lembra o usado pelo "Homem de Ferro"; equipamento tem sido testado pela marinha britânica Imagem: Reprodução

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

05/05/2021 14h38

Um traje que permite voar em alta velocidade, com um propulsor instalado nas mãos para controle de voo e usado para verificar navios piratas. Não, não estamos falando do traje construído por Tony Stark, o Homem de Ferro, que fez tanto sucesso nos cinemas, mas sim de um equipamento que vem sendo testado pela marinha britânica.

Chamado de Jet Suit, o equipamento foi desenvolvido pela Gravity Industries, que divulgou um vídeo que mostrava os fuzileiros navais realizando um treinamento para se lançar de botes infláveis e pousar a bordo de um navio patrulha da marinha.

Veja o vídeo postado no Instragram pela Gravity Industries:

Segundo o "Business Insider", o teste foi realizado durante três dias, envolveu 42 Royal Marines, fuzileiros reais da força de infantaria anfíbia da marinha britânica, e explorou alternativas às práticas tradicionais de embarque marítimo. Essas operações são conhecidas como de visita, embarque, busca e apreensão e são consideradas desafiadoras.

No embarque marítimo tradicional, os fuzileiros se aproximam de navios utilizando um barco rápido, engancham uma escada e sobem na embarcação. Outra forma é sobrevoar com um helicóptero e utilizar cordas para fazer a invasão. Esse tipo de operação é considerada uma das mais complexas e perigosas entre as missões marítimas.

Homem testa traje da Gravity Industries que lembra sistema usado pelo "Homem de Ferro" - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Homem testa traje da Gravity Industries que lembra sistema usado pelo "Homem de Ferro"
Imagem: Reprodução/Instagram

Mas agora a tecnologia tem mostrado que existe uma maneira mais rápida e eficiente para surpreender possíveis navios piratas, já que o jet pack permite se lançar sob o barco de maneira rápida e posicionar uma escada para que outros membros da equipe participem da ação.

Para se ter uma ideia da capacidade do equipamento, o Jet Suit entrou para o livro dos recordes ao registrar a maior velocidade já atingida por um traje movido a motor a jato acoplado ao corpo, com 136,8 km/h. O número impressiona, já que o recorde anterior era de 51,53 km/h.

Em comunicado divulgado à imprensa, a Gravity Industries afirmou que o traje ainda é experimental, mas que o objetivo do equipamento é "fornecer acesso extremamente rápido a qualquer parte do alvo, liberando instantaneamente as mãos para portar uma arma e até mesmo mantendo a capacidade de realocar no alvo".

"Isso é cada vez mais visto como uma revolução na capacidade tática de muitas forças especiais e tem uma aplicação muito mais ampla além do embarque marítimo", completou a empresa.

O vídeo divulgado pela companhia mostra exatamente essa operação sendo realizada, com um fuzileiro naval se aproximando de um navio em alta velocidade e pousando no convés.