PUBLICIDADE
Topo

Note 20 e Note 20 Ultra chegam por até R$ 7.999; veja primeiras impressões

Gabriel Francisco Ribeiro

De Tilt, em São Paulo

02/09/2020 10h55Atualizada em 03/09/2020 10h46

Sem tempo, irmão

  • Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra são anunciados no Brasil pela Samsung
  • Smartphones foram lançados fora do país há menos de um mês
  • Entre os destaques, estão uma tela ainda maior e caneta bem mais precisa
  • Tilt já está com o celular e traz suas primeiras impressões

Menos de um mês após o lançamento mundial, os Galaxy Note 20 e Note 20 Ultra foram lançados nesta quarta-feira (2) pela Samsung no Brasil em evento realizado online. Os novos smartphones top de linha da marca chegam ao país com preços que variam até R$ 7.999.

Entre as novidades dos aparelhos estão uma tela ainda maior e uma caneta S Pen, principal diferencial da linha, com uma precisão comparável a um papel. Tilt já está testando o Note 20 Ultra desde a última semana e traz o review completo do celular em breve.

Os aparelhos ficarão em pré-venda entre os dias 3 e 17 de setembro. Quem comprar pelo site da Samsung ganha um voucher de R$ 2 mil para usar em outros produtos da marca. Os preços deles serão os seguintes:

Galaxy Note 20:

  • 8 GB de RAM e memória interna de 256 GB: R$ 6.499

Galaxy Note 20 Ultra:

  • 12 GB de RAM e memória interna de 256 GB: R$ 7.999

Para efeito de comparação, o Galaxy Note 10 chegou ao Brasil por preços entre R$ 5.299 e R$ 6.799 —o S20 teve valores variando de R$ 5.499 a R$ 8.499. Recentemente, a Motorola apresentou o Moto Edge+ por R$ 7.999, enquanto a família iPhone 11 apresentada no ano passado custa de R$ 4.999 a R$ 9.599.

Nos testes iniciais de Tilt, os modelos mostraram ser poderosos em desempenho e com os principais recursos que a Samsung consegue colocar em smartphones. No entanto, muitos deles já foram vistos no Galaxy S20. Os novos celulares chegam com diferenciais mais focados no software do que no hardware.

Todos os modelos do Note são compatíveis com o 5G, incluindo o 5G DSS brasileiro, frequência de transição que passou a ser adotada no país em julho, tendo o top de linha Motorola Edge+ como primeiro smartphone compatível.

Além do Note 20. a Samsung confirmou que o Galaxy Z Fold 2 será lançado no país em outubro. O smartphone com tela dobrável terá fabricação nacional para diminuir seu alto valor - foi lançado por US$ 2 mil (R$ 11.100 na conversão sem impostos) lá fora.

Samsung lançou Note 20, relógio Galaxy Watch 3 e fone Buds Live - Divulgação - Divulgação
Samsung lançou Note 20, relógio Galaxy Watch 3 e fone Buds Live
Imagem: Divulgação

Design elegante e mais telona

O Note 20 e o Note 20 Ultra chegam com um design elegante, como esperado em um celular top de linha. A Samsung tem destacado principalmente a cor bronze nos materiais de divulgação —essa é a cor do aparelho nos testes de Tilt e, de fato, deixa o aparelho com um visual bem bonito.

Ao contrário das últimas versões, o celular, composto por metal e vidro, tem um visual mais fosco e que lembra mais aparelhos como o iPhone 11 Pro Max.

Ambos os aparelhos têm uma moldura para as câmeras na traseira. Isso foi visto pela primeira vez no iPhone 11 e virou moda desde então, já aparecendo em vários aparelhos da Samsung. Nos novos Notes, as lentes impressionam pelo tamanho grande e causa incômodo o fato de elas serem bem sobressalentes. Na frente, são bem poucas bordas e apenas um entalhe para câmera no topo.

Galaxy Note 20 Ultra, novo celular da Samsung - Divulgação - Divulgação
Galaxy Note 20 Ultra, novo celular da Samsung
Imagem: Divulgação

Como no ano passado, há dois modelos na linha Note. Mas, neste ano, não haverá muita diferença no tamanho das telas. Se o Note 10 tinha 6,3 polegadas, agora ele tem 6,7 polegadas (17 cm). O Note 20 Ultra também cresceu, passando de 6,8 polegadas para 6,9 polegadas (17,5 cm).

Se no tamanho grande eles são parecidos, há uma diferença: o Note 20 Ultra tem a tela curva nos cantos, enquanto o Note 20 tem um visor plano. Há quem goste do vidro curvo por dar mais imersão a conteúdos, mas também causa incômodos como cliques involuntários. Tenho sentido bastante isso nos testes com o Ultra, além do fato da tela enorme atrapalhar muito a usabilidade.

A tela do Note 20 Ultra ainda terá a taxa de atualização de 120 Hz vista no Galaxy S20 Ultra, que deixa a transição de conteúdos mais rápida. Ao contrário do modelo "irmão", o Note identifica o conteúdo na tela para fazer uma variação da taxa usada e economizar bateria. Assim, um texto pode usar 10 Hz, enquanto um game pesado pode usar 120 Hz, por exemplo.

Os aparelhos chegam com a tecnologia Amoled Dinâmico para as telas, e o Ultra conta com um brilho 25% maior que o comum, o que pode ajudar ao vermos conteúdos sob a luz do sol.

Caneta mais precisa e software turbinado

Acessório exclusivo da linha Note, a caneta S Pen também passou por melhorias que devem deixá-la mais útil para usar na tela maior. Um dos novos recursos é que o tempo de resposta da escrita será diminuído em até 80%.

No Note 20 Ultra, o tempo entre o movimento do usuário para escrever na tela e o texto de fato aparecer será de 9 milissegundos. Segundo a Samsung, isso dará uma sensação real do usuário estar escrevendo com uma caneta e papel, algo que pude comprovar na prática e faz a escrita com o celular ser mais natural.

Os comandos por gestos, que transformam a S Pen em uma espécie de controle remoto do celular, também serão aprimorados. Serão agora mais comandos e gestos possíveis de interação, todos podendo ser personalizados pelo usuário.

Uma série de atualizações de software para a linha deixam o aparelho mais "faz tudo" para uso profissional. O aplicativo Notas, por exemplo, passa a ser sincronizado no celular, tablet e computador por meio da Samsung Account. Além disso, ele ganhará pastas. Ambas as atualizações lembram o que já ocorre atualmente em iPhones.

Tela do Note 20 Ultra ficou ainda maior - Divulgação - Divulgação
Tela do Note 20 Ultra ficou ainda maior
Imagem: Divulgação

Os aparelhos ganham uma tecnologia chamada banda ultralarga, que permitirá que o celular compartilhe arquivos com outros aparelhos com o mesmo recurso. Basta apontar um dispositivo para o outro —diferente do bluetooth, que exige os dois lados conectados. Essa tecnologia pode servir ainda para outros elementos do dia a dia, como abrir uma fechadura inteligente e afins apenas ao mirar o celular.

Outra novidade interessante é chamada de "marcador de áudio", uma sincronização entre o texto escrito e o áudio gravado. Ao fazer anotações e gravar algo ao mesmo tempo (como uma aula ou palestra), o Note 20 vai atrelar uma informação a outra. Ao voltar no texto depois, por exemplo, o celular já vai jogar o áudio para o momento da anotação que você está olhando —e vice-versa.

O "Link to Windows" —ferramenta criada em parceria com a Microsoft— permite acessar aplicativos do smartphone sem mexer nele, usando o ambiente Windows. A função pode ser usada em outros celulares, mas estará mais otimizada no Note. Já as Notas podem sem sincronizadas com soluções da Microsoft como Outlook, Word e mais.

Uma outra novidade envolve o DeX. Lançado há alguns anos como um dock em que era possível ligar o celular em um monitor para transformá-lo em um PC, ele agora funcionará totalmente sem fio.

Câmeras do S20 com melhorias

As câmeras do Note 20 e do Note 20 Ultra podem ser definidas como as mesmas câmeras do S20, exceto algumas melhorias. Ambos os modelos ficam assim em termos de especificações:

Galaxy Note 20:

  • Câmera traseira principal de 12 MP
  • Câmera traseira teleobjetiva de 64 MP
  • Câmera traseira grande angular de 12 MP
  • Câmera frontal de 10 MP

Galaxy Note 20 Ultra:

  • Câmera traseira principal de 108 MP
  • Câmera traseira teleobjetiva de 12 MP
  • Câmera traseira grande angular de 12 MP
  • Câmera frontal de 10 MP

Até o momento, tenho gostado bastante das câmeras do celular. A estabilidade é muito boa e os vídeos impressionam com ótima qualidade.

No modelo Ultra, a câmera traseira tem ainda um sistema chamado Laser Focus que aprimora o foco automático do celular. Isso ocorre porque alguns usuários reclamaram do foco do S20 Ultra, que tem a mesma lente de 108 MP. Até o momento, não tive problemas com o foco do Note 20.

Também ao contrário da linha S, o zoom máximo do Note 20 Ultra será de 50x, enquanto no Note 20 será de 30x —o S20 Ultra tem zoom de até 100x, apesar das imagens normalmente ficarem bem borradas neste modo, em outros modelos do mercado. A Huawei já tem um zoom de 50x desde o Huawei P30 Pro, lançado em março de 2019.

Opções de cores do novo Galaxy Note 20 - Divulgação - Divulgação
Opções de cores do novo Galaxy Note 20
Imagem: Divulgação

Os smartphones ainda poderão gravar em 8K, como ocorre com o S20. Nos novos Notes, a gravação pode ser feita em 24 fps (quadros por segundo), padrão normalmente usado no cinema. Dará para escolher entre os aspectos de tela 16:9, típico do celular, e 21:9, que costuma ser usado no cinema.

A gravação em vídeo ainda terá um modo Pro como o das fotografias, em que será possível mudar todas as configurações da câmera. Dá até para definir uma velocidade do zoom para criar diferentes sensações na filmagem. Um zoom mais lento pode deixar uma cena mais dramática, e um mais acelerado pode causar impacto. A ideia é que o Note também sirva para filmagens profissionais.

Desempenho turbinado

Como é de se esperar, todos esses detalhes do Note 20 são acompanhados por um desempenho que promete ser poderoso. Os smartphones chegarão ao Brasil com um processador Exynos 990, que é o mesmo utilizado no S20.

O processador é acompanhado de 8 GB de RAM no caso do Note 20, enquanto no Ultra esse número pode chegar a 12 GB. O desempenho é ainda turbinado por um recurso chamado "game booster", que percebe se um jogo exige alta ou baixa intensidade para entregar só a performance necessária.

Note 20 Ultra visto de frente: celular mantém as características da linha - Divulgação - Divulgação
Note 20 Ultra visto de frente: celular mantém as características da linha
Imagem: Divulgação

A Samsung diz que os aparelhos têm a câmara de vapor mais fina do mundo —essa peça fica dentro dos smartphones para resfriar os aparelhos e, quanto mais fino, menos compromete o design e menos espesso ele fica. Por outro lado, senti o aparelho esquentar além da conta em alguns momentos.

Já a bateria do Note 20 será de 4.300 mAh, enquanto a do Note 20 Ultra será de 4.500 mAh. Tenho achado a duração da bateria inferior ao que estamos acostumados na linha Note, provavelmente por causa da tela de 120 Hz. Os celulares ainda têm um carregamento rápido que promete 50% de bateria em 30 minutos.

Outras novidades

A Samsung ainda anunciou o lançamento no Brasil dos novos fones de ouvido Galaxy Buds Live, o tablet Galaxy Tab S7 e o relógio Galaxy Watch 3. Confira os preços:

  • Galaxy Buds Live: R$ 1.299
  • Galaxy Tab S7: R$ 6.599
  • Galaxy Tab S7+: R$ 8.999
  • Galaxy Watch 3: R$ 2.799 (41 mm) e R$ 2.999 (45 mm)

Ficha técnica: Galaxy Note 20

Tela: 6,7 polegadas com resolução Full HD+ (2400 x 1080 pixels) e iluminação Amoled Dinâmica
Sistema operacional: Android 10
Processador: Exynos 990 (2,7 GHz)
Câmeras: traseira tripla (12 MP + 64 MP + 12 MP) e frontal (10 MP)
Memórias: 8 GB de RAM e memória interna de 128 GB ou 256 GB
Dimensões e peso: 161.6 x 75.2 x 8.3 mm, 192 g
Bateria: 4.300 mAh

Ficha técnica: Galaxy Note 20 Ultra

Tela: 6,9 polegadas com resolução Quad HD+ (3088 x 1440 pixels) e iluminação Amoled Dinâmica
Sistema operacional: Android 10
Processador: Exynos 990 (2,7 GHz)
Câmeras: traseira tripla (108 MP + 12 MP + 12 MP) e frontal (10 MP)
Memórias: 12 GB de RAM e memória interna de 128 GB, 256 GB ou 512 GB
Dimensões e peso: 164.8 x 77.2 x 8.1 mm, 208 g
Bateria: 4.500 mAh