PUBLICIDADE
Topo

Musk pede fim de medidas restritivas nos EUA: "América livre agora"

REUTERS/Joe Skipper
Imagem: REUTERS/Joe Skipper

De Tilt, em São Paulo

29/04/2020 09h14

O bilionário Elon Musk, presidente-executivo da Tesla e SpaceX, é o centro de mais uma polêmica na internet. Em uma publicação no Twitter, ele se mostrou claramente favorável ao fim de medidas restritivas nos Estados Unidos em meio ao novo coronavírus.

"América livre agora", publicou nesta quarta-feira para os seus mais de 33 milhões de seguidores.

Um pouco antes, Musk havia compartilhado links de duas matérias ligadas às restrições impostas para diminuir a disseminação da covid-19.

"Deem a liberdade para as pessoas de volta", escreveu ao compartilhar um artigo de opinião sobre a quarentena não conseguir salvar tantas vidas.

A segunda falava sobre restaurantes e outras empresas no Texas que vão reabrir nesta sexta: "Bravo Texas", comentou.

A publicação de Musk sobre a necessidade de liberdade para os Estados Unidos dividiu opiniões. Muitas críticas e mensagens de apoio foram dadas. Até o momento, ela há havia sido compartilhada por mais de 12 mil internautas e recebido mais de 8 mil comentários.

Uma polêmica recente envolvendo Musk e o novo coronavírus foi a promessa de doação de ventiladores para ajudar pacientes graves com a covid-19 na Califórnia.

Na época, o governador do estado chegou a afirmar que não havia recebido nada. Só depois foi que uma nova declaração foi dada para atualizar que os ventiladores estavam a caminho.

Os Estados Unidos registraram mais de 1 milhão de casos confirmados de covid-19 e quase 59 mil mortes por conta da doença.

Alguns estados já se preparam para afrouxar o isolamento social. Segundo informações da Fox News, 19 vão começar a retomar algumas atividades econômicas, como restaurantes, salões de beleza e cinemas.