PUBLICIDADE
Topo

Covid-19: Ventiladores doados por Elon Musk não chegam a hospitais dos EUA

Elon Musk, CEO da Tesla - Win McNamee/Getty Images
Elon Musk, CEO da Tesla Imagem: Win McNamee/Getty Images

De Tilt, em São Paulo

15/04/2020 21h55Atualizada em 16/04/2020 18h47

Três semanas atrás, o executivo-chefe da montadora de carros Tesla, Elon Musk, anunciou que conseguiu mais de 1.000 ventiladores para doar a hospitais da Califórnia com pacientes contaminados com o novo coronavírus. Porém, os equipamentos não foram entregues, de acordo com o governo do estado.

Em 23 de março, o governador da Califórnia, Gavin Newsom, anunciou que os ventiladores já haviam chegado a Los Angeles e estavam prontos para serem distribuídos.

"A China tinha um excesso de oferta, então compramos 1255 ventiladores e os transportamos para Los Angeles. Se você deseja instalar um ventilador gratuito, informe-nos!", escreveu Musk no Twitter.

Mas, nesta quinta (16), um porta-voz do governo estadual declarou à emissora CNN que nenhum ventilador de Musk foi entregue.

"Elon Musk e sua equipe disseram ao estado que ele havia adquirido ventiladores e queria distribuí-los diretamente para hospitais. Estamos nos comunicando todos os dias com hospitais de todo o estado sobre o fornecimento de ventiladores e, até o momento, não ouvimos falar de nenhum hospital que tenha recebido um ventilador diretamente da Tesla ou de Musk."

A CNN afirmou que não recebeu nenhum posicionamento da Tesla sobre o episódio.

Após a denúncia, a reportagem da CNN foi atualizada. O governador da Califórnia, Gavin Newson, disse em uma entrevista coletiva em 23 de março que os aparelhos já haviam chegado a Los Angeles e estavam a caminho de hospitais carentes.

Musk criticou o canal no Twitter, dizendo que "o que acha mais surpreendente é que a CNN ainda existe". Matt Dornic, diretor de comunicações estratégicas da emissora, respondeu ao tuíte de Musk.

"Estranho é atacar a CNN pelo que o gabinete do governador da California disse —especialmente quando seus porta-vozes da Tesla não responderam aos pedidos de comentários. Parece que sua indignação deve ser direcionada à entidade que fez a afirmação, não à que a denunciou. Você é novo nisso?".

"Talvez você não saiba que o Twitter tem uma função de pesquisa? Os próprios hospitais reconheceram o recebimento de ventiladores", respondeu Musk.

"Você está se referindo às máquinas de apneia do sono que a Sociedade Americana de Anestesiologistas alertam que 'podem aumentar o risco de transmissão de infecções'. Nesse caso, você tem uma assessoria de imprensa. Por que não fazê-los responder às inúmeras perguntas dos repórteres?", disse Dornic.

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS