Topo

Afinal, o que é spoiler?

Quem sabe entendendo o significado as pessoas aprendam a não dar spoilers? - iStock
Quem sabe entendendo o significado as pessoas aprendam a não dar spoilers? Imagem: iStock

Rodrigo Lara

Colaboração para o UOL, em São Paulo

25/04/2019 13h20

Sempre que algum filme muito aguardado, como "Vingadores: Ultimato", ou novos episódios de alguma série popular, como "Game of Thrones", são lançados, a gente se depara com uma palavra capaz de causar calafrios em muita gente: spoiler. Mas, afinal, o que é spoiler?

Spoiler, você deve saber, é uma palavra em inglês. Ela pode referir-se a um elemento aerodinâmico de aviões ou carros, mas definitivamente não é disso que estamos falando. Spoiler, deriva do verbo em inglês "to spoil", que significa "estragar".

Ou seja, é uma informação que "estraga o prazer" de quem aguarda determinada obra. O Dicio (Dicionário Online de Português) descreve como a "revelação de informações inéditas sobre uma série, livro ou filme, para quem não assistiu ou leu: ator revela spoiler sobre seu novo filme".

De onde veio isso?

Apesar de ser um termo usado em larga escala nos dias de hoje, o uso de "spoiler" nesse sentido data da década de 1970, sendo que um dos primeiros registros vêm de uma revista norte-americana de humor "National Lampoon". Nela, uma seção chamada "Spoiler" contava finais de filmes e outras obras, sob a desculpa de ajudar os leitores a economizarem tempo e dinheiro.

O curioso é que no Brasil sempre houve uma certa cultura de spoilers e ninguém parecia se importar muito. Geralmente o "alvo" eram novelas: detalhes da trama surgiam naturalmente em conversas e até havia revistas especializadas em revelar o futuro de personagem A ou B. E isso é algo que acontece até hoje.

Dois fatores, no entanto, contribuíram para a "demonização" do spoiler e a consequente popularização da palavra. Um deles é a própria internet, que facilitou muito o acesso a informações e, pelo seu próprio formato - digital, sem a necessidade de se virar uma página física para acessar informações -, dificultou e muito a vida de quem se esforça para fugir de spoilers.

Outro fator foi o fenômeno "Harry Potter", um dos primeiros fenômenos a acontecerem na época que a internet se popularizou pra valer, entre o final dos anos 1990 e a segunda metade da década de 2000.

Tanto que uma busca pelo termo "spoiler" na ferramenta Google Trends mostra que, em todo o mundo, houve um pico de uso da palavra em 2007, ano no qual o último livro da saga, "Harry Potter e as Relíquias da Morte" foi lançado.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Se a pesquisa se limitar ao Brasil, notamos um pico de uso do termo entre os dias 22 e 28 de abril de 2018. O que aconteceu nesta semana, em especial? O lançamento de "Vingadores: Guerra Infinita", filme que prometia, entre outras coisas, trazer a morte de heróis queridos pelo público.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Quando o assunto são os spoilers, o que vemos é uma divisão: enquanto tem mais medo de trombar com algum spoiler do que da morte, outros simplesmente ficam sem entender o motivo de tamanha neurose.

E você, de qual lado está? Daqueles que fogem dos spoilers ou daqueles que não estão nem aí isso?

Mais Curiosidades de ciências