Topo

Start Explica


START Explica Clutch: o ápice da adrenalina em "Counter-Strike"

Eryk Souza/UOL
Imagem: Eryk Souza/UOL

Giovanna Breve

Colaboração para o START

25/07/2019 17h00

Imagine a cena: sua equipe foi dizimada, você está sozinho contra um time inteiro do outro lado. É uma questão de tempo até eles fecharem o cerco, e suas chances vão diminuindo. Nessas horas, qualquer movimento faz toda a diferença. Mas com muita calma, foco e um pouco de sorte você pode conseguir um "clutch" e virar a mesa.

Essa expressão, comum em jogos de tiro como "Counter-Strike: Global Offensive" (CS:GO) e "Rainbow Six Siege" (R6), é usada quando um jogador supera a desvantagem numérica e transforma uma derrota certa em uma vitória épica. Mas de onde veio o "clutch", e como os profissionais se preparam para esses momentos?

SIGNIFICADO E ORIGEM

"O clutch é pura tensão", resume Gio - Saymon Sampaio/BBL
"O clutch é pura tensão", resume Gio
Imagem: Saymon Sampaio/BBL

Clutch é quando um jogador do time fica sozinho contra mais de um oponente e consegue vencer. Geralmente, acontece nos minutos finais de um round, o que aumenta a tensão e a expectativa: será que o último dos moicanos vai se consagrar?

Na hora, passam mil coisas na cabeça do jogador, conforme explica Giovanni "Gio" Deniz, comentarista profissional de "CS:GO", técnico da W7M e também apresentador do Skillados no START. "O Clutch é pura tensão. Ele é definido por decisões, informação coletada, aposta do jogador, timing perfeito e justamente pela dificuldade de se jogar sozinho contra o time adversário, fica muito mais insano!".

Marcelo “coldzera” é um dos brasileiros que se destacam quando o assunto é clutch - Divulgação/MIBR
Marcelo “coldzera” é um dos brasileiros que se destacam quando o assunto é clutch
Imagem: Divulgação/MIBR

Do inglês "embreagem", clutch é um termo que começou a ser usado nos esportes tradicionais, principalmente no basquete, em que há o atleta que arremessa nos momentos decisivos (um lançamento assertivo no instante crítico é chamado de "clutch shot"), e no beisebol, em que o rebatedor realiza um home run crucial.

A expressão se popularizou através dos comentaristas esportivos para definir quando o jogador se encontra em uma situação de alta pressão e tenta dar o seu melhor, seja através da força, concentração e o que mais for necessário. Ou seja, é o momento que o atleta "muda a marcha" para superar as expectativas em instantes decisivos em busca da vitória.

Nos eSports, o clutch é uma das estatísticas tradicionais de "CS:GO", mas também é usado para "Rainbow Six Siege", "Fortnite" e outros jogos competitivos. Pro-players que realizam diversos clutches acabam recebendo o título de "Clutch Master".

É um lance plástico porque conta com inteligência, raciocínio rápido, skill individual e pela calma ou afobação do jogador. Um erro de respiração te compromete num clutch
Gio, técnico e comentarista de CS:GO

NO OLHO DO FURACÃO

Camila “cAmmy” Natale é jogadora profissional de CS:GO e tem diversos clutches em sua carreira - Divulgação/HLTV
Camila “cAmmy” Natale é jogadora profissional de CS:GO e tem diversos clutches em sua carreira
Imagem: Divulgação/HLTV

A verdade é que mesmo quem tem milhares de horas de jogatina não sabe explicar ao certo o que se passa durante uma situação de clutch. Nas palavras de Camila "cAmyy" Natale, jogadora profissional de "CS:GO", é como uma solidão momentânea. "É meio que você e você no mundo, sua cabeça só foca nisso e você se esquece do mundo 'fora' do jogo. E sempre quando você consegue ganhar esse clutch, o coração fica a mil" diz cAmyy em entrevista ao START.

É meio que você e você no mundo, sua cabeça só foca nisso e você se esquece do mundo 'fora' do jogo
cAmmy, jogadora de CS:GO

"Uma vez eu ganhei um clutch em um round que praticamente valia o jogo, porque nosso sistema financeiro ia quebrar se perdêssemos, e acabei ganhando um 1x4. Após o round, a capitã do nosso time pausou o jogo pra eu poder me recompor, porque a minha mão tremia, você fica eufórica, é uma adrenalina muito gostosa", lembra cAmyy.

Em outro caso, cAmyy relata quando estava jogando pelo TiMe DaS LiNdAs contra a Reboot Gaming. Era a qualificatória brasileira da Intel Challenge Katowice 2019 em janeiro, e o clutch da jogadora foi uma vitória decisiva para disputarem a final na Polônia. Camila se viu sozinha contra cinco jogadoras, restando 45 segundos no round, mas diz que ficou tranquila pois percebeu que o time inimigo estava desunido e com falta de comunicação. Em um dado momento, uma das oponentes errou o tiro, o que acabou expondo a posição em que estava, uma oportunidade perfeita para cAmyy cravar um clutch. Veja abaixo:

Teve muitos erros das meninas do outro time. Você vê como focar e jogar junto com teu time em um clutch faz falta, pois elas poderiam ter ganhado esse round facilmente se tivessem jogado juntas
cAmyy, jogadora profissional de CS:GO

RAIO-X DE UM CLUTCH

Gabriel "Fallen" Toledo, do time brasileiro MiBR - Divulgação/HLTV
Gabriel "Fallen" Toledo, do time brasileiro MiBR
Imagem: Divulgação/HLTV
Se a adrenalina sobe, é nesse momento que o jogador precisa pensar e analisar a situação. Gabriel "FalleN", um dos maiores pro-players de "CS:GO" do Brasil, explicou em um vídeo sobre como trouxe a vitória para a SK Gaming na situação de um contra três inimigos da Fnatic na final da DreamHack Summer de 2017. Sobrando apenas 12 segundos no round, FalleN observou a situação, imaginou um possível cenário, tomou a posição e, com sorte, acertou em cheio. Conseguiu eliminar os rivais e plantou a bomba com estilo.

Em clutches, muitas vezes você não tem como jogar contra todas as variáveis. Tem que tentar decifrar o que o seu adversário quer fazer
FalleN, jogador de CS:GO da MiBR

OS TOPS DO CLUTCHES

Quando o assunto é se dar bem em um clutch, Andreas "Xyp9x" Højsleth é lendário. O dinamarquês, jogador de "CS:GO" da Astralis, não tem o título de "The Clutch Minister" à toa: são 586 vitórias de clutches no total, segundo o site HLTV.

Além dele, os brasileiros também entram bem nessa lista, com craques como Gabriel "FalleN", Marcelo "coldzera", Epitácio "TACO" e Fernando "fer" registrando diversas viradas marcantes em suas carreiras.

Outros, como Nicolai "device" Reedtz e Lukas "gla1ve", ambos da Astralis, o ucraniano Aleksandr "s1mple" Kostyliev e Nikola "NiKo", da Bósnia, não ficam de fora. Confira uma tabela com os dados atualizados em 24/07/2019:

SE VIRA NOS 30

Para entender (e se surpreender) com a beleza e a tensão de um clutch, o START separou alguns dos melhores momentos competitivos, celebrando a sensação de agonia com um doce sabor de vitória no fim:

"Coldzera, the man, the myth, the beast"

Mencionar clutch de Coldzera é ir direto para a DreamHack Open Summer de 2017, durante a partida da SK Gaming contra a mousesport. O brasileiro estava sozinho no bombsite (área para plantar a bomba) e encurralado por quatro oponentes do time australiano prontos para o ataque. Em questão de segundos, coldzera ficou no canto das caixas, esperou o momento certo e conseguiu a proeza de matar todos os inimigos. "What a play!"

Cold não só conseguiu o inimaginável durante uma partida, mas ainda foi capaz de "refazer" o clutch durante as quartas de final da Intel Extreme Masters Sydney, em maio de 2019. Novamente, ele se encontrava na mesma situação de dois anos atrás, com a única diferença de ser 1x3. E coldzera se manteve tranquilo, usou a mesma tática de ficar escondido e atacar os inimigos, como se enxergasse através das paredes. O mais impressionante da virada é que até a posição em que os oponentes tentaram atacar é parecida com a da jogada anterior. Confira e compare:

Exército de um homem só

O brasileiro André "Nesk" Oliveira, jogador de "Rainbow Six", mostra que dá para vencer na coragem, e muita sorte, uma partida contra a equipe inimiga inteira (a partir de 2:02:20 no vídeo acima). Durante a Season 1 da Rainbow Six Pro League 2017, na semifinal LATAM, Nesk disputava pela Black Dragons contra a paiN Gaming e estava sozinho em um 1x5. Os brasileiros da paiN acharam que estavam com Nesk na mão, mas foi o contrário. Em uma partida insana, ele levou os inimigos até a morte, conquistando uma vitória decisiva para levar os dragões negros para as finais na Polônia daquele ano. "Foi uma emoção sem tamanho (risos)" relembra Nesk sobre a jogada que marcou a carreira.

André "Nesk" Oliveira hoje joga Rainbow Six pela Team Liquid - Saymon Sampaio
André "Nesk" Oliveira hoje joga Rainbow Six pela Team Liquid
Imagem: Saymon Sampaio

Com 24 anos, o jogador de R6 da Liquid coleciona grandes títulos como o de "Melhor Atleta do Ano" no Prêmio eSports Brasil e Most Valuable Player (MVP) da Pro League Season 7, ambos de 2018.

Além de minister, ninja

Nem sempre um bom clutch significa bater de frente contra os inimigos. Andreas "xyp9x" deu uma aula para para a North durante a IEM Chicago de 2018. O jogador da Astralis estava sozinho diante de um 1x5, precisava desarmar a bomba e correr contra o tempo. Em vez de encarar todo o time, o "Clutch Minister" silenciosamente foi até a bomba e conseguiu o desarme, com um "ninja defuse" que deixaria o Patife orgulhoso.

COMO VIRAR O JOGO

Você se viu em uma situação de clutch e não sabe o que fazer? Então seja como o coldzera e fique frio. Separamos dicas de como dominar a partida e trazer a vitória para o seu time:

1. A prática leva ao clutch

O segredo é treinar para saber como lidar na hora H. Ter bastante experiência e ficar horas treinando ajuda a melhorar táticas, memorizar mapas e posicionamentos. Acompanhar campeonatos, gameplays, guias e tutoriais também são um adicional.

2. No meio do caos, tranquilidade

Essa é dica de ouro: pode parecer difícil, mas o que a maioria dos bons jogadores profissionais fazem na hora da pressão é manter a calma e raciocinar. Ceder ao desespero e tentar fazer loucuras é derrota na certa.

Nessas situações você precisa manter a calma, para poder escolher a melhor forma possível com que vai reagir e ter maior chance de ganhar o clutch
André "Nesk", jogador de Rainbow Six da Team Liquid

3. Fique atento e leia o round

É preciso estar de ouvidos abertos, já que qualquer passo ou tiro em falso do oponente podem revelar a posição da equipe e ser uma brecha para o ataque. Analisar a situação do cenário, perceber a localização dos inimigos e focar no que você consegue fazer é mais importante do que se ficar se lamentando de estar em desvantagem.

Tem que ter uma comunicação clara e limpa, pra aí sim você poder focar em pensar no que fazer com utilitários de acordo com a posição que o adversário possa estar
cAmyy

Siga o UOL Start no

Mais Start Explica