'Velocidade Máxima 2': por que Sandra Bullock não queria ter feito o filme?

Praticamente um clássico da "Sessão da Tarde", "Velocidade Máxima 2" deu as caras na TV Globo hoje. Lançado em 1997, o filme repete a parceria com Sandra Bullock, mas dessa vez, sem Keanu Reeves.

Apesar de a sequência ter sido um sucesso, arrecadando cerca de US$ 164 milhões (R$ 805 milhões), o trabalho está longe de ser um dos preferidos da atriz. Pelo contrário!

Por que tanto ódio?

O filme não foi bem recebido pelos fãs, crítica especializada, nem pelo elenco.

Bullock voltou para a franquia no papel de Annie Porter e agora teria que salvar um navio programado para colidir em um petroleiro.

Em 2022, a atriz disse que "essa é uma sequência que gostaria de não ter feito, pois nenhum fã gostou".

Ela até brincou com um repórter que disse que adorava o filme quando era mais novo.

Este filme não tem nenhum fã que eu conheça, tirando você! Se há algum amor por ele, é bem quieto. Cinco pessoas, no máximo. Você e mais quatro pessoas que tinham 12 anos e gostavam de ver o barco lentamente se aproximando da ilha, Sandra Bullock.

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes