PUBLICIDADE
Topo

Boco do Borel: Polícia faz operação para capturar envolvidos no assassinato

De Splash, em São Paulo

27/12/2021 12h14Atualizada em 27/12/2021 13h15

A Equipe da Força Tarefa de Homicídios Metropolitana Sul, da Polícia Civil de Pernambuco, iniciou as operações em relação ao crime contra MC Boco do Borel, que foi assassinado na madrugada de ontem enquanto se preparava para se apresentar em um bar na praia de Serrambi, em Ipojuca, local próximo a Porto de Galinhas, em Pernambuco.

A Secretaria de Defesa Social (SDS) informou a Splash que "seguirá com incursões e rondas na localidade a fim de localizar e capturar os envolvidos".

"A ação de presença contará com o reforço BOPE e do Grupo de Apoio Tático Itinerante, que realiza operações voltadas para o combate aos crimes violentos contra a vida, o tráfico de drogas e para a apreensão de drogas e armas no município. Equipe do Grupo Tático Aéreo (GTA) também dará apoio às ações", disse a SDS em nota.

Segundo informações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) local repassadas à TV Jornal, o MC estava começando a sua apresentação quando um homem com touca ninja, que cobria o rosto, foi para a frente do palco e disparou tiros de arma de fogo. O bar não tinha câmeras de segurança.

A perícia apontou que o cantor teve 15 perfurações pelo corpo, inclusive na cabeça. Ele chegou a receber socorro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O cantor já havia cumprido pena de um ano e quatro meses por tráfico de drogas e foi solto em outubro deste ano. A motivação do crime ainda está sendo investigada.