PUBLICIDADE
Topo

MC Livinho: 'Estou vivendo nova fase e aprendendo com as cabeçadas da vida'

MC Livinho
MC Livinho
Divulgação

Guilherme Lucio da Rocha

De Splash, em São Paulo

24/03/2021 04h00Atualizada em 24/03/2021 14h00

MC Livinho é "crazy life" (o famoso "vida louca", em bom português). Ele leva isso tão ao pé da letra que tatuou a frase próxima ao umbigo, quase caindo nas partes íntimas.

Mas o Livinho das polêmicas e de pouca exposição nas redes sociais vai ficar no passado, segundo o próprio.

Continua depois da publicidade

O cantor conversou com Splash sobre seu novo momento. Segundo ele, o ano de 2020 foi crucial para refletir.

"Parei para refletir e ser uma nova pessoa. As pessoas têm uma imagem do Livinho e pronto, tudo o que faço vem com uma bagagem".

Quero que as pessoas me conheçam de verdade, tenho que dar essa oportunidade para elas também. Quero compartilhar mais sobre quem sou eu.
MC Livinho

Parte dessa nova fase do cantor será por meio das redes sociais. Mesmo com 10 milhões de seguidores no Instagram, é comum o cantor ficar dias e dias sem aparecer, inclusive em meio a episódios polêmicos.

Preciso mostrar meu lado da história também, me expor mais. Se não faço isso, tudo vira uma bola de neve.
MC Livinho
Continua depois da publicidade

Sem passar pano no passado

A única história do passado que Livinho não quis comentar durante a entrevista foi sobre seu sumiço, em janeiro deste ano.

À época, o cantor fez uma sequência de postagens dizendo que estava sendo perseguido. Ao voltar, disse que estava bem, sem dar detalhes do que rolou.

Sobre a acusação de racismo por parte da dançarina Raielli Leon, em junho do ano passado, Livinho diz que fez uma "brincadeira sem graça" sobre o cabelo crespo dela.

O cantor disse que sua intenção era ser simpático e que, como artista, não deveria ser tão aberto com os fãs.

Tem gente que confunde, que acha o artista uma entidade sagrada. Eu sou muito brincalhão, mas percebi que não posso ser assim com todo mundo. Eu não sou racista. Fiz uma piada e ela não achou graça. Quando vi que ela ficou incomodada, tentei pedir desculpas, mas não adiantou.

Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Imagem: Reprodução/Instagram

Sobre os casos de agressões que aconteceram nos palcos e fora deles, Livinho afirma que tem o jeito explosivo "desde moleque", mas que vem trabalhando isso.

Continua depois da publicidade
Hoje tenho mais consciência, mais auto-controle. Sei que tenho um lado louco, mas todo mundo tem. Sei que tenho que ser uma pessoa melhor a cada dia.
MC Livinho

'Não quero ficar numa caixinha'

O ano de reflexão também gerou impactos no lado musical. Livinho, que relembrou velhos tempos de putaria com remakes dos sucessos "Mulher Kamasutra" e "Na Ponta Do Pé", está trabalhando num álbum que tem pop, trap e funk. Tudo junto e misturado, segundo ele.

Se você não está ligado, Livinho é um artista bem eclético. Com uma voz potente e muita noção de break dance, ele também arranha no piano e é fera no violino. Sua base na música vem da Igreja.

Ele afirma que, ao ganhar dinheiro na música, investiu ainda mais no seu aprimoramento artístico. O funkeiro destaca que esse ensinamento básico da arte deveria ser responsabilidade do Estado.

Imagina quantas crianças não querem ser um Livinho? Uma Anitta?

Continua depois da publicidade
Música tinha que se aprender na escola. Nós já estamos conquistando o mundo com toda nossa criatividade, imagina se tivesse um incentivo maior ao funk e à música em geral?
MC Livinho

Livre para voar

Livinho afirma que tantas polêmicas fizeram de 2020 o pior ano de sua vida. Porém, quando perguntado sobre sua relação com a produtora GR6, ele responde que sair de lá "foi a melhor coisa que aconteceu".

O artista era um dos principais cantores da produtora e era tido com um pilar da empresa, referência para novos MCs e um case de sucesso. Nos últimos dois anos, a relação foi esvaziando até chegar no rompimento.

Quero apagar da minha vida o que aconteceu naquele período. Tirando as memórias dos shows e do público, não teve nada de bom ali.
MC Livinho
Continua depois da publicidade

Hoje, trabalhando de forma independente, Livinho diz que sofreu interferência para criar, que não tem contato com seus ex-parceiros e empresários, e que resolve as pendências de sua saída judicialmente.

Só quero pensar no meu futuro, o meu passado já era.