PUBLICIDADE
Topo

'Pub mais sensato do Reino Unido' se recusa a servir Coca, Heineken e mais

The Red Lion, pub em Bristol, na Inglaterra - Reprodução/www.bristol247.com
The Red Lion, pub em Bristol, na Inglaterra Imagem: Reprodução/www.bristol247.com

De Nossa

04/03/2022 04h00

O bar The Red Lion, em Bristol, foi batizado de "pub mais sensato do Reino Unido" por críticos após os administradores da casa anunciarem que não serviriam mais algumas marcas de bebidas por "razões éticas", segundo informações do jornal britânico Metro.

Entre os rótulos banidos estão Coca-Cola, Heineken, Bacardi e a sidra Thatchers, muito consumida na terra da rainha.

Em um post publicado na página do pub no Facebook, os donos explicam que a companhia que fabrica a Thatchers tem laços com uma sociedade ligada ao traficante de escravos Edward Colston.

Interior do The Red Lion, pub em Bristol, na Inglaterra - Reprodução/www.bristol247.com - Reprodução/www.bristol247.com
Interior do The Red Lion, pub em Bristol, na Inglaterra
Imagem: Reprodução/www.bristol247.com

Para eles, as outras marcas citadas também já foram acusadas de práticas de mercado antiéticas em outras partes do mundo, embora não tenham especificado à imprensa local quais seriam todas elas. Os membros do The Red Lion apenas citaram ao "Daily Mail" que a Coca-Cola faria mau uso de água em países de terceiro mundo e que a Heineken teria más práticas na África.

Ainda baniram a cerveja polonesa Tyskie depois que o fabricante foi acusado de estar conectado a um movimento anti-LGBTQIA+.

Clientes insatisfeitos criticaram o posicionamento político da casa. "Se você não puder superar um pouco de escravidão, algo de que toda a cidade de Bristol é culpada... Como você acha que os irlandeses se sentem? E eles superaram. Sigam em frente. Nós nunca teremos um futuro se continuarmos vivendo no passado", escreveu James Maslen em resposta ao time do Red Lion.

Outros ainda ironizaram o esforço de parecer "sensato" e acreditam que a medida é mais uma performance dos administradores do negócio.

"Nós tomamos o que consideramos uma posição ética. É parte do que todos nós somos. Já fomos rotulados de 'sensatos' e todas essas palavras usadas como armas, o que nos fez sentir bastante vulneráveis", respondeu um dos donos, Lemmy, ao Metro.

A área externa do pub, onde acontecem shows de bandas da região - Reprodução/Facebook - Reprodução/Facebook
A área externa do pub, onde acontecem shows de bandas da região
Imagem: Reprodução/Facebook

O grupo de ativistas Countering Colston pediu um boicote público à sidra Thatchers na última semana devido às ligações com o mercador de escravos de Bristol, cuja estátua foi derrubada na cidade em 2020. No último mês, quatro dos envolvidos no protesto foram absolvidos.

The Red Lion apoiou publicamente o grupo, conhecido como Colston Four. "Um deles, na verdade, bebe no nosso pub, mas esta é apenas uma parte da história. E as pessoas preferem outras sidras que vendemos, de qualquer jeito!", disse Lemmy.

The Red Lion, pub em Bristol, na Inglaterra - Divulgação - Divulgação
The Red Lion, pub em Bristol, na Inglaterra
Imagem: Divulgação

Apesar das diversas críticas e ataques, nem todos os clientes deixaram de apoiar o pub.

"É justo que vocês tomem um posicionamento ético contra essas pessoas. Vocês também parecem ter irritado o pior tipo de pessoa no Facebook, então vocês ganham duas curtidas de mim", opinou Kelly Marie Dixon.