PUBLICIDADE
Topo

Professoras transformam ônibus em sala de aula sobre rodas com R$ 50 mil

Brittany Jeltema, Jerilee Melo e o ônibus transformado em sala de aula sobre rodas - Reprodução/Instagram
Brittany Jeltema, Jerilee Melo e o ônibus transformado em sala de aula sobre rodas Imagem: Reprodução/Instagram

De Nossa

02/08/2021 12h39

As professoras americanas Jerilee Melo e Brittany Jeltema transformaram um antigo ônibus escolar em uma sala de aula sobre rodas para atender as necessidades de crianças afastadas da escola durante a pandemia. Com cerca de R$ 50 mil, elas reformaram o veículo, que ganhou decoração inspirada nos anos 70.

Jerilee contou ao site Insider que comandava uma classe de 24 alunos em uma pré-escola na cidade de Santa Clarita, na Califórnia, quando o coronavírus interrompeu as aulas presenciais da turma. No entanto, pais preocupados com o rendimento das crianças estudando em casa começaram a procurá-la para dar lições particulares em junho de 2020.

"Eu dava aulas para três famílias em dias separados e meu carro eventualmente se tornou um depósito, porque eu trazia todos os meus materiais comigo: papéis, giz de cera, canetas, quebra-cabeças". Foi quando a professora teve a ideia de comprar um ônibus antigo para ter espaço para todo o seu material didático, que ela depois transformaria em sua própria sala de aula motorizada.

Jerilee gastou US$ 5,5 mil no ônibus, o equivalente a R$ 28,2 mil em cotação de hoje, e pagou mais US$ 2 mil — pouco mais de R$ 10 mil — a um carpinteiro local para que ele instalasse bancos de madeira para os alunos se sentarem durante as atividades. No entanto, o veículo ainda estava longe de ser bonito ou confortável para as crianças.

Seis meses depois do início de suas aulas remotas, Jerilee conheceu o trabalho de Brittany, uma ex-professora do ensino médio do estado de Ohio que hoje replaneja e reforma salas de aula para atender às necessidades de aprendizagem dos alunos. Ela entrou em contato com a colega, que considerou a ideia de uma escola sobre rodas "uma excelente oportunidade para fazer algo inovador".

Brittany viajou até a Califórnia e, juntas, elas começaram a planejar a reforma que durou apenas quatro dias e contou com a ajuda de quatro familiares da ex-professora: sua esposa, sua mãe e dois amigos da família. Segundo ela, a reforma custou menos de US$ 10 mil, cerca de R$ 50 mil, e boa parte do trabalho foi voluntário.

A colaboração profissional ficou por conta da muralista Hanna Daly que deu ao ônibus as cores de uma "viagem pelas estradas da Califórnia dos anos 70", segundo Brittany, que ainda frisou que o veículo recebeu acessórios pensados para preservar as crianças, como travas de segurança e armários para guardar materiais ao alcance apenas dos adultos.

Os móveis foram adaptados com um trabalho de marcenaria para encaixar nos ambientes perfeitamente e uma divisória magnética foi criada para separar os estudantes do contato com a área do motorista. Além disso, há uma cozinha de brinquedo e outros objetos para divertir a turma.

Jerilee garantiu que as aulas são previamente agendadas pelos pais e que não dirige com seus alunos a bordo. Ela conduz a classe com o veículo estacionado. Conheça o espaço: