PUBLICIDADE
Topo

Air Jordan: o tênis de R$ 3 milhões símbolo da carreira de Michael Jordan

O Air Jordan Nike acompanhou não só o crescimento na carreira de Michael Jordan como para a marca esportiva - Reprodução
O Air Jordan Nike acompanhou não só o crescimento na carreira de Michael Jordan como para a marca esportiva
Imagem: Reprodução

Gustavo Frank

De Nossa

25/08/2020 04h00

Michael Jordan é um dos atletas mais icônicos das quadras de basquete, o que foi reforçado na série "Arremesso Final", da Netflix. É lá também que os fãs do jogador puderam conhecer um dos seus maiores símbolos, o Air Jordan: colaboração entre o norte-americano com a Nike.

O tênis original, usado e autografado pelo jogador, foi vendido por US$ 560 mil, aproximadamente R$ 3 milhões, em um leilão realizado há poucos meses. O valor, por mais exorbitante que seja, é um retrato da importância que a peça teve em um universo que posteriormente misturou o esporte e a moda streetwear.

A linha para o Air Jordan nasceu nos anos 80, quando Michael Jordan integrou o time do Chicago Bulls. Na época, o seu empresário buscava por uma marca que o patrocinasse, impulsionando ainda mais o seu status de "atleta do ano".

O símbolo do atleta

Michael Jordan - Reprodução - Reprodução
MIchael Jordan na propaganda do Air Jordan
Imagem: Reprodução

Como é mostrado em "Arremesso Final", o nome do atleta foi recusado pelas duas marcas principais no ramo: a Converse, que produzia os principais sneakers para as quadras de basquete, e a Adidas.

A ascensão de Jordan acontecia junto com a da Nike, um ponto positivo para que a parceria se concretizasse. O ponto negativo ficou por conta do fato de que o atleta não era um dos maiores fãs dos tênis da marca.

Entre discussões, os papéis foram assinados com um destaque: o lançamento de uma linha exclusiva do Air Jordan 1, desenhado por Peter Moore.

Tênis Air Jordan assinado por Michael Jordan e leiloado por cerca de R$ 3 milhões - Reprodução - Reprodução
Tênis Air Jordan autografado por Michael Jordan e leiloado por cerca de R$ 3 milhões
Imagem: Reprodução

O "Air", "ar" em português, que dá nome à linha brinca com o fato de que, na época, a Nike trabalhava com uma tecnologia chamada Air Soles, processo mais elaborado para o solado dos tênis, e Michael Jordan era conhecido por "jogar no ar" com seus movimentos dentro da quadra.

"Naquela época, os melhores jogadores ganhavam cerca de US$ 100 mil. Ele conseguiu um contrato de US$ 250 mil. As pessoas diziam: quanto vocês vão pagar para um calouro que não fez nada? Vocês estão loucos?", diz Howard White, vice-presidente da Jordan Brand, na série da Netflix.

Proibição nas quadras

Uma boa polêmica vende bem e com o Air Jordan não foi diferente. Assim que os tênis começaram a ser usados por Michael Jordan para as partidas, a NBA proibiu sua utilização, pois as regras limitavam apenas as cores preto e branco para os sneakers dos jogadores.

Michael Jordan na quada com o AIr Jordan 1 - Reprodução - Reprodução
Michael Jordan na quada com o AIr Jordan 1
Imagem: Reprodução

"As regras e procedimentos da National Basketball Association proibiram o uso de determinados tênis de basquete Nike vermelhos e pretos pelo jogador do Chicago Bulls, Michael Jordan, por volta de 18 de outubro de 1984", comunicou-se na época.

Com a proibição, a empresa lançou um comercial afrontando a decisão: "Em 15 de setembro, a Nike criou um novo e revolucionário tênis de basquete. Em 18 de outubro, a NBA os expulsou do jogo. Felizmente, a NBA não pode impedir você de usá-los".

O impedimento custou US$ 5 mil para Michael Jordan todas as vezes que ele descumpria as ordens.

Fama e milhões

Air Jordan 1 - Reprodução - Reprodução
Air Jordan 1 atualmente pode ser comprado por cerca de R$ 800
Imagem: Reprodução

Em 1985, o Nike Air Jordan 1 foi lançado e se tornou um sucesso. Em seu primeiro ano de comercialização, a parceria arrecadou US$ 126 milhões, superando as expectativas, que eram de US$ 3 milhões.

"Todos diziam: 'Você precisa comprar um par de Jordans'. Por isso ecomizei dinheiro todos os anos. Cortava grama, fazia bicos e depois esperava na fila da Foot Locker para poder ter o meu", conta o cantor Justin Timberlake na série, complementado pelo rapper Nas: "Era mais como um símbolo de status. Você sabia que ele era o cara. Os tênis tinham estilos diferentes, as outras marcas variavam pouco".

Ainda hoje, os valores beneficiam Michael Jordan. Em uma reportagem feita pela revista Forbes, estimou-se que 90% da renda do ex-atleta é fruto da parceria com a Nike.

A estreia da produção da Netflix também impulsionou as vendas atualmente. De acordo com a The Lyst Index, que analisa as tendências de moda nos trimestres do ano, o Air Jordan 4 Retro Flyknit foi a nona peça mais buscada pelo público masculino.

Tênis Air Jordan 4 Retro Flyknit - Reprodução - Reprodução
Tênis Air Jordan 4 Retro Flyknit
Imagem: Reprodução
Tênis Air Jordan 4 Retro Flyknit - Reprodução - Reprodução
Tênis Air Jordan 4 Retro Flyknit
Imagem: Reprodução

Em questão de dias, a série resultou em um aumento de 36% nas pesquisas por tênis Nike Air Jordan nas plataformas online.

O sucesso de "Arremesso Final" não impulsionou apenas as vendas da Nike. A Netshoes, operadora da LojaNBA.com no Brasil, registrou um aumento de 650% das vendas dos produtos relacionados ao Chicago Bulls.

Gráfico de pesquisas feitas no Google pelo Air Jordan desde o lançamento do "Arremesso Final", da Netflix

Versões atualizadas

Campanha do Air Jordan protagonizada por Travis Scott - Divulgação - Divulgação
Campanha do Air Jordan protagonizada pelo rapper Travis Scott
Imagem: Divulgação

O tênis até hoje é um sucesso com as suas novas versões, sendo uma delas feita a partir de uma colaboração entre a Nike e o Travis Scott, eleita como um dos mais desejados de 2020.

A edição limitada dos sneakers 'Air Jordan 1 Retro OG Dior' e o 'Air Jordan 1 Low', parceria entre a Nike e a Dior, criou uma fila de espera com aproximadamente 5 milhões de pessoas durante a pré-venda online.

Os preços de revenda do Jordan 1 Dior estão projetados para começar em US$ 2 mil (R$ 11 mil) e podem chegar a US$ 30 mil, aproximadamente R$ 160 mil, dependendo do tamanho.