PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Olimpíadas: Sheilla vê vôlei feminino atrás e masculino rumo ao bi

Jogadoras da seleção brasileira feminina de vôlei comemoram vitória sobre o Japão - Marcelo del Pozo/Reuters
Jogadoras da seleção brasileira feminina de vôlei comemoram vitória sobre o Japão Imagem: Marcelo del Pozo/Reuters

Colaboração para o UOL, em São Paulo (SP)

13/07/2021 00h37

Em entrevista hoje (12) ao 'Bem, Amigos', do SporTV, Sheilla Castro disse que a seleção feminina de vôlei não chega como favorita às Olimpíadas de Tóquio. Por outro lado, a jogadora comentou que o time masculino é o principal candidato ao ouro no Japão.

"Talvez seja a primeira Olimpíada em um bom tempo que a seleção feminina não entre como favorita, não está entre os três (favoritos), mas isso não significa que o Brasil não consiga chegar. Acredito muito que pode chegar na final. O masculino já é o grande favorito, espero que eles consigam o bicampeonato. Coloco eles mais favoritos que a feminina com certeza", pontuou.

"A nossa chave (da seleção feminina) não é muito forte. O objetivo do Brasil é ficar em 1º e pegar o 4º do outro grupo, que deve ser a Turquia. Trombar com a China, Estados Unidos antes da hora não é bom", completou.

Sheilla também falou sobre as expectativas de medalha no vôlei de praia e cravou favoritismo da dupla Ághata e Duda. "Com certeza a Ághata e a Duda têm muitas chances de ouro, a dupla do masculino também. Coloco umas 90% de chance de ouro", pontuou.

As Olimpíadas de Tóquio começam no próximo dia 21 de julho. Já as disputas do vôlei e do vôlei de praia no dia 24.

UOL Esporte vê TV