PUBLICIDADE
Topo

Futebol

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Arnaldo: Não dá para ter Copa do Brasil hoje, mas dá para ter estadual

Do UOL, em São Paulo

06/03/2021 04h00

O técnico Lisca desabafou na última semana que está perdendo amigos treinadores, faltam leitos e a CBF marcou jogos da próxima edição da Copa do Brasil, com times tendo de cruzar o país em viagens com delegações numerosas no pior momento da pandemia no país, que atingiu ontem a marca de 1.760 mortes nas últimas 24 horas.

No podcast Posse de Bola #105, Arnaldo Ribeiro afirma que tem a mesma posição do técnico, de que não é possível jogar ano momento confrontos de longas distâncias como a Copa do Brasil, mas que os estaduais podem continuar dentro de protocolos rígidos.

"Eu sempre achei isso na era da pandemia, o problema do futebol brasileiro e do Brasil como um todo é o tudo ou nada, como diria Raul Seixas, não tem meio-termo e hoje ainda mais isso. Então, quando o futebol voltou no Brasil, voltou todas as divisões, todas as categorias, o masculino, o feminino, todos os tipos de atividade. Tem jogo de futebol de todas as espécies, em todos os momentos, em todas as partes do país, com todas as viagens possíveis", diz Arnaldo.

"Isso, no atual estado de coisa é impensável, é um pouco o que o Lisca falou. Eu vou espremer a entrevista do Lisca e vou defender a minha posição. Eu defendo a posição do Lisca, que é nada mais do que: não dá para ter Copa do Brasil, com viagens neste momento, viajando pelo Brasil todo, mas dá para ter campeonato estadual, mais ou menos isso. É o meio-termo", completa.

O jornalista comenta o caso do Corinthians, que voltou a ter um surto de covid entre jogadores e funcionários do clube e cita um relaxamento em relação aos protocolos.

"Nesse calendário bizarro, nós estamos no início dos campeonatos estaduais, então, com protocolos mais rígidos, coisa que até o Corinthians admitiu com o novo surto que relaxou nos protocolos, que o seu centro de treinamento é frequentado por qualquer pessoa no momento e aí, sem cautela, evidentemente a proliferação do vírus vai ser absurdamente. Então, com protocolos rígidos seguidos à risca, com viagens controladas e com alguns campeonatos e não todos, dá para ter futebol ainda", afirma Arnaldo.

"Eu não acho que precise parar o futebol, não acho mesmo. E acho que o que pode acontecer, e o que deveria acontecer na minha opinião é a continuidade do futebol com restrições, com vários asteriscos. Regionalmente, em alguns estádios, em algumas praças, com controle rígido, com testes como tem acontecido de 48 horas em 48 horas, daria para continuar o futebol", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Futebol