PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Arnaldo: Palmeiras não pode errar com estrangeiro após Sampaoli e Ramírez

Do UOL, em São Paulo

24/10/2020 04h00

No fim de 2019, o Palmeiras negociou com o argentino Jorge Sampaoli e não conseguiu a contratação. Meses depois, com a demissão de Vanderlei Luxemburgo, tentou o espanhol Miguel Angel Ramírez, que também não fechou acordo com o clube brasileiro. Na pauta da diretoria palmeirense segue a busca por um estrangeiro, com o nome do argentino Gabriel Heinze aparecendo como um dos alvos.

No podcast Posse de Bola #67, Arnaldo Ribeiro analisa a busca do Palmeiras por um técnico estrangeiro depois que o último oriundo de outro país, o argentino Ricardo Gareca, durou pouco tempo no cargo, e afirma que após o fracasso nas negociações com Sampaoli e Ramírez, o clube não pode mais errar.

"É quase uma dívida que o Palmeiras tem com seu torcedor desde 2014, quando deu um bico nos fundilhos do Gareca, que hoje treina a seleção peruana, e se distanciou dessa possibilidade de técnico estrangeiro, intercâmbio, mesmo tendo o orçamento gigantesco, vários jogadores, e acho que marcou touca esse tempo todo. Agora, cada técnico estrangeiro tem sua característica e o Miguel Angel Ramírez tem uma característica, o Setién tem outra e o Heinze tem outra", diz Arnaldo.

"São caras completamente diferentes, não é porque é estrangeiro que tenha a mesma ideia, que tenha a mesma filosofia de jogo e aquela coisa toda. E acho que desta vez o Palmeiras não pode errar com um estrangeiro, não é o errar de o cara vem e não dá certo, é o errar ao, o Heinze já é a terceira bola que está anunciada, o interesse quase oficial agora, o Setién não foi assim, agora, o Sampaoli foi e o Palmeiras tomou negativa e o Ramírez foi e o Palmeiras tomou negativa. Com o Heinze agora não pode não ter o acerto, porque pega muito mal", completa.

O jornalista afirma que a condução das negociações palmeirenses com os dois treinadores estrangeiros e não conseguiu concretizar o acerto deram a impressão de que eram acordos concretos, o que causa incômodo no torcedor.

"A maneira como o Palmeiras conduziu tanto a contratação malsucedida do Sampaoli quanto a malsucedida do Ramírez foi muito ruim porque deu uma impressão de que era questão de prazo de contrato, condições, viajou a comitiva toda para o Equador para trazer o cara e não trouxeram nem bala", diz Arnaldo.

"Quando Palmeiras com sua comitiva foi ao Equador, a ideia para o torcedor palmeirense foi que o cara estava contratado e não estava contratado. Então agora o Palmeiras que está aos poucos oficializando o interesse no Heinze, não pode errar, nessa terceira alternativa não pode errar, tem que trazer o cara e saber quem está trazendo", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter). A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts.

Você pode ouvir o Posse de Bola em seu tocador favorito, quando quiser e na hora que quiser. O Posse de Bola está disponível no Spotify e na Apple Podcasts, no Google Podcasts e no Castbox . Basta buscar o nome do programa e dar play no episódio desejado. No caso do Posse de Bola, é possível ainda ouvir via página oficial do UOL e YouTube do UOL. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol