PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Campeonato Mato-grossense 2022: fórmula de disputa, clubes que irão participar, expectativas e nomes para ficar de olho

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

26/01/2022 15h16

No último fim de semana, deu início o Campeonato Mato-grossense de 2022. A competição deste ano, terá duas equipes estreantes, elencos mais equilibrados, possíveis surpresas e mudança no formato de classificação.

LEIA MAIS | União de Rondonópolis x Cuiabá: prováveis escalações, desfalques, onde assistir e palpites

Nesta edição, assim como as últimas, contará com 10 equipes ao todo, são elas: Academia, Ação, Cuiabá, Dom Bosco, Luverdense, Nova Mutum, Operário-VG, Sorriso, Sport Sinop e União de Rondonópolis.

Na primeira fase, eles vão se enfrentar todos contra todos, em um único turno. Após o término desta fase, os times que encerrarem nas duas primeiras colocações, estarão classificadas diretamente para as semifinais. Já do terceiro ao sexto, vão disputar as quartas de finais. Enquanto, os dois últimos colocados ao fim desta primeira fase, estarão rebaixado para a segunda divisão estadual.

Vale lembrar, que a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF), junto aos patrocinadores, estarão custeando com as despesas do clubes em relação a alimentação, logística, viagens, hospedagens e a arbitragem dos jogos. Nesse quesito, é uma das únicas federações no Brasil, que pelo quinto ano consecutivo vai custear com essas despesas.

POSTULANTES AO TÍTULO
Cuiabá: Considerado o amplo favorito, não só pelo fato de ser o atual campeão estadual mas, pela hegemonia construída na última década e sendo o único time do estado entre as séries A e C. O Dourado conquistou nove das últimas onze edições do Estadual. Além disso, o forte elenco comparado aos demais clubes da competição, só credenciam essa afirmação.

Operário Várzea-grandense: O atual vice campeão estadual, entra como um dos candidatos a tentar tirar o título do Cuiabá. Nos últimos anos, o Chicote da Fronteira como é apelidado pelos torcedores, bateu na trave em duas ocasiões, na temporada passada e em 2019, ambos sendo derrotado pelo Cuiabá na final. Neste ano, chega com um elenco reformulado em relação a temporada passada e com alguns nomes conhecido no estado.

União: Outro postulante a incomodar o Cuiabá, é o União de Rondonópolis. O atual campeão da Copa FMF, e que na temporada passada fez campanha elogiada na série D, manteve a base do elenco de 2021, além de manter o técnico Odil Soares, que tinha feito um bom Estadual pelo Ação e boa série D pelo União.

Nova Mutum: Campeão Mato-grossense de 2020, o time do interior tem 33 anos, mas apenas dois de futebol profissional. Em tão pouco tempo, foi campeão da segunda divisão estadual em 2019 e da elite em 2020. Além disso, vem de boas campanha na Copa Verde, chegando as semifinais e com um elenco jovem e com passagens no futebol nacional, pode novamente, incomodar não só o Cuiabá como os rivais diretos.

PODEM SURPREENDER
Ação: Após a boa campanha em 2021, o Tuiuiú Pantaneiro pode surpreender novamente. Com uma mescla no elenco, contando com jogadores jovens e veteranos mó estado. O time ainda fez uma contratação do futebol estrangeiro, o zagueiro norte-americano Michael Lake, que vem do futebol sueco.

Academia: O clube da cidade de Rondonópolis, chega como o atual campeão da segunda divisão, e para esse estadual, montou uma base jovem, com boa parte do plantel com atletas do estado de Mato Grosso.

Luverdense: Após uma crise financeira e esportiva, o Verdão do Norte tenta voltar aos dias de glórias, do início da década passada. Com algumas parcerias, a diretoria montou um bom elenco e para comandar trouxe um ex-jogador do clube, Márcio Nunes.

+ Para saber mais sobre o seu time, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagram e Facebook

O Campeão desta edição, além do troféu, garante a vaga na Copa do Brasil, no Campeonato Brasileiro da série D e na Copa Verde de 2023. O vice-campeão, também garante vagas na Copa do Brasil e na Série D de 2023. Caso o Cuiabá chegue na final, a vaga na quarta divisão, será destinada ao semifinalista de melhor campanha.

Futebol