PUBLICIDADE
Topo

Futebol

João Martins dispara contra sua expulsão: "Não sou obrigado a fazer substituição quando o árbitro quer"

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

01/12/2021 01h59

O auxiliar-técnico do Palmeiras, João Martins, que foi quem comandou a equipe na vitória por 3 a 1 diante do Cuiabá, nesta terça-feira (30), reclamou muito de sua expulsão na entrevista coletiva. Expulso aos 40 minutos do segundo tempo por não querer que uma substituição ocorresse num determinado momento, ele ficou na bronca com o árbitro Paulo Roberto Alves Júnior.

“Dentro de nossa equipe técnica, temos uma regra: independentemente do que aconteça, não fazemos substituições em escanteios, faltas. E, hoje, o árbitro intrometeu-se no meu trabalho e eu queria saber que, se eu fosse despedido, ele me pagaria o meu salário por não saber as regras do jogo. Porque eu não sou obrigado a fazer substituição quando o árbitro quer, eu faço quando eu quero, eu sou o treinador. Ele não é o treinador.”

“Eu gostaria que ele percebesse que nós tínhamos um jogador lesionado em campo, e eu queria fazê-la quando ele fosse assistido (recebido atendimento). Isso é obrigação dele, deixar fazer nesta altura, e não quando ele quer. Peço desculpas por ter sido expulso“, completou.

O auxiliar também chamou a atenção para o fato da final continental da América do Sul não ser o último compromisso da temporada, como ocorre com a Ligas dos Campeões da Europa. “Geralmente essa final é o último jogo da temporada. Eu lembro, por exemplo, da Liga dos Campeões, que onde eu estava habituado, é sempre o último jogo, e não há mais. Porque a pressão, a ansiedade, o nível de foco, físico, vai tudo aos limites, porque é o jogo das nossas vidas. Depois de um jogo como esses, é difícil voltar a focar.”

+Bicampeão da América, Rony revela por que preferiu o Palmeiras ao Corinthians

Questionado sobre o segundo gol como profissional marcado pelo atacante Gabriel Silva, Martins o elogiou: “Nós acreditávamos que esse era o ano de afirmação dele. Sabemos que é um trabalho diário. Ele começou com a gente esta temporada como um menino de 17 anos, com muito potencial e, hoje, não posso dizer que é um homem, mas nota-se a maturidade. Mostrou-se que este ano foi de sucesso, individualmente, para o Gabriel.

Para saber tudo sobre o Palmeiras, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Os atletas titulares e mais experientes do clube receberam férias antecipadas, pensando em retornar antes para a pré-temporada, já visando a disputada do Mundial de Clubes e do Campeonato Paulista. Ainda não se sabe se João Martins voltará a comandar a equipe na última rodada (para a próxima está suspenso). Nesta segunda-feira (29), a Fifa anunciou que o torneio ocorrerá de 3 a 12 de fevereiro de 2022, nos Emirados Árabes Unidos.

Futebol