PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Ketlen Vieira aponta luta com Miesha Tate como divisor de águas na carreira

Ketlen Vieira está no top 10 do peso-galo do UFC - Diego Ribas/Ag Fight
Ketlen Vieira está no top 10 do peso-galo do UFC Imagem: Diego Ribas/Ag Fight

Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ)

Ag. Fight

20/11/2021 12h22

Apontada como uma das grandes apostas para o futuro do peso-galo (61 kg) feminino, em virtude de seu início promissor no Ultimate, Ketlen Vieira viu sua ascensão ser freada por dois resultados negativos em suas três últimas apresentações no octógono mais famoso do mundo. Mas, neste sábado (20), a manauara terá uma grande oportunidade de retomar seu crescimento na liga, ao medir forças com a ex-campeã Miesha Tate, na luta principal do UFC Vegas 43.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (veja acima ou clique aqui), Ketlen exaltou a oportunidade de enfrentar a renomada lutadora norte-americana e apontou o combate como um divisor de águas na sua carreira. Apesar de ocupar uma posição acima de Tate no ranking dos galos, a brasileira tem consciência que um triunfo sobre a ex-campeã a aproximaria de uma oportunidade de disputar o cinturão da categoria.

"Acredito que vai ser a luta mais importante da minha carreira até o momento. A Miesha é uma atleta que tem grande renome, uma ex-campeã. Então, qualquer atleta que lutar com a Miesha e conseguir uma vitória em cima dela, se coloca a frente como um futuro desafiante ou (para) voltar para o top 5, que é o meu objetivo. Eu estou pegando essa luta como a oportunidade da minha vida", afirmou Ketlen, antes de completar.

"Com certeza (é um divisor de águas). Uma vitória no sábado seria muito importante para que eu possa voltar a sonhar com o meu objetivo, que é o objetivo de toda atleta: um dia se tornar campeã", finalizou.

No MMA profissional desde 2014, Ketlen Vieira soma 11 vitórias e apenas duas derrotas em seu cartel. A atleta da 'Nova União', apelidada de 'Fenômeno', iniciou sua trajetória no UFC com quatro triunfos consecutivos, mas, desde então, venceu apenas mais um combate, tendo sido superada por Irene Aldana e Yana Kunitskaya nos outros dois compromissos.

Já Miesha Tate faz o segundo combate desde seu retorno da aposentadoria. A ex-campeã peso-galo do UFC, um dos principais nomes da história do MMA feminino, havia pendurado as luvas em 2016, mas voltou à ativa após um longo hiato, em julho deste ano, ao superar a também veterana Marion Reneau, por nocaute técnico. Com o resultado, a americana foi catapultada para a oitava posição no ranking peso-galo do Ultimate.

MMA