PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

'Pedrita' dá show de raça, nocauteia e vence a segunda luta seguida no UFC

Priscila "Pedrita" venceu Gina Mazany no UFC 262 - Troy Taormina-USA TODAY Sports
Priscila 'Pedrita' venceu Gina Mazany no UFC 262 Imagem: Troy Taormina-USA TODAY Sports

Diego Ribas, em Houston (EUA)

Ag. Fight

15/05/2021 21h01

Priscila 'Pedrita' fez a alegria do público presente no UFC 262. No evento realizado hoje (15), na cidade de Houston, no Texas (EUA), a brasileira confirmou o bom momento na organização ao nocautear Gina Mazany no segundo round. É bem verdade que, para isso acontecer, a carioca sofreu, mas mostrou garra e poder para alcançar o maior triunfo de sua carreira, o segundo seguido na empresa.

Com a vitória no UFC 262, Priscila 'Pedrita', de 32 anos, disputou cinco lutas pela maior organização de MMA do mundo, venceu duas e perdeu três vezes. Vale lembrar que a brasileira chegou ao Ultimate ainda invicta no esporte. Agora, em seu cartel profissional, a lutadora passou por dez adversárias e levou a pior contra três.

A luta

Após a primeira troca de golpes, Gina Mazany percebeu que a luta em pé contra Priscila 'Pedrita' seria perigosa e logo partiu para as quedas. A brasileira não resistiu à investida da adversária, se levantou, mas, em seguida, foi novamente derrubada. Em posição de vantagem, Mazany aplicou um ground and pound sem tanta contundência. No final do primeiro round, 'Pedrita' conseguiu ficar de pé e, na trocação, chegou a abalar a oponente. Contudo, ao se empolgar com o bom momento, a brasileira foi surpreendida com a terceira queda.

O início do segundo round foi mais do mesmo. Mazany tomou a iniciativa da luta e quedou 'Pedrita' com facilidade. No solo, a americana atuou de forma agressiva e chegou a ficar nas costas da adversária, porém não finalizou. Após o árbitro interferir no duelo e colocar as lutadoras de pé, 'Pedrita' se recuperou e passou a perseguir Mazany. A brasileira mostrou senso de urgência, aproveitou o cansaço da rival para acertar bons golpes e virou o combate ao aplicar uma sequência de socos indefensável.

Christos Giagos sobrevive ao primeiro round e define luta no assalto seguinte

Na luta de abertura do UFC 262, Christos Giagos e Sean Soriano protagonizaram uma guerra pelo peso-leve (70 kg). Conhecido pelo bom nível no jiu-jitsu, Giagos surpreendeu e abalou o adversário em pé logo no início do confronto. Passado o susto, Soriano foi para o ataque e levou a melhor na trocação. O atleta aplicou um chute que derrubou o oponente e, nas trocas de golpes, se encontrava em clara vantagem. Dessa forma, Giagos mudou de estratégia e começou a buscar as quedas para levar o duelo para o solo e equilibrou as ações. Se o primeiro round foi emocionante, o segundo assalto também seguiu movimentado e foi definitivo.

Imediatamente, Giagos optou por levar a luta para baixo e Soriano até conseguiu escapar da investida, mas, na transição, 'The Spartan' voltou a ficar em posição de vantagem e aproveitou sua maior desenvoltura no solo para finalizar o oponente via triângulo de mão. Empolgado com o triunfo, Giagos mostrou seu lado fã e quebrou o protocolo do UFC ao tirar uma foto com Bruce Buffer ainda no octógono. Em sua segunda passagem pelo Ultimate, o atleta igualou seu melhor momento na organização ao vencer dois combates seguidos.

Acompanhe os resultados do UFC 262:

Priscila 'Pedrita' nocauteou Gina Mazany no 2º round;
Tucker Lutz venceu Kevin Aguilar por decisão unânime;
Christos Giagos finalizou Sean Soriano no 2º round.

MMA