PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Após batalha sangrenta, promessa de 21 anos do UFC vai para o hospital

Cory McKenna (dir) desfere soco em Kay Hansen na abertura do card principal do UFC Las Vegas 14 - Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images
Cory McKenna (dir) desfere soco em Kay Hansen na abertura do card principal do UFC Las Vegas 14 Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC via Getty Images

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

14/11/2020 21h59

Não foi por acaso que a jovem Cory McKenna roubou a cena em sua participação no programa 'Contender Series' em agosto. Na ocasião, a atleta de 21 anos garantiu contrato com o UFC, recebeu diversos elogios do presidente do evento Dana White e prometeu que voltaria ao octógono ainda em 2020. Dito e feito!

Neste sábado (14), na abertura do card principal do UFC Las Vegas 14, a atleta estreou na organização apresentando alguns elementos importantes para cativar os fãs: disposição, agressividade e raça. E com esta receita ela venceu Kay Hansen por decisão unânime em batalha sangrenta que lhe garantiu uma lesão.

Mancando, indicando um machucado no pé esquerdo, McKenna ouviu seu nome ser apontado como vencedora do combate após três rounds de luta agarrada em que precisou se desvencilhar de seguidas posições de finalização. Mas, com a defesa em dia, a nova revelação do evento aproveitou os momentos de superioridade para golpear como pôde, convencendo os jurados de que a vitória era sua.

No entanto, após o fim do confronto, a lutadora inglesa, que representa o País de Gales, foi encaminhada para o hospital para tratar da lesão e não conversou com os jornalistas presentes nas dependências do UFC Apex, em Las Vegas.

Confira os resultados do UFC Las Vegas 14:

  • Sean Strickland nocauteou Brendan Allen no 2º round;
  • Cory McKenna venceu Kay Hansen por decisão unânime;
  • Kanako Murata venceu Randa Markos por decisão unânime;
  • Tony Gravely venceu Geraldo 'Espartano' por decisão dividida;
  • Alex Morono venceu Rhys McKee por decisão unânime;
  • Don'Tale Mayes venceu Roque Martinez por decisão unânime.

MMA