PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Stipe Miocic domina duelo no UFC 252 e aposenta Daniel Comier

Stipe Miocic acerta Daniel Cormier durante o UFC 252; ele manteve o cinturão da categoria - Jeff Bottari/Zuffa LLC
Stipe Miocic acerta Daniel Cormier durante o UFC 252; ele manteve o cinturão da categoria Imagem: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

16/08/2020 02h05

O último capítulo da trilogia entre Stipe Miocic e Daniel Cormier encerrou com chave de ouro o card do UFC 252, evento realizado neste sábado (15), em Las Vegas (EUA). Aos 37 anos, Miocic manteve o cinturão depois de levar a melhor em uma disputa de cinco rounds, desempatando o placar em 2 a 1 a seu favor contra o rival.

Por sua vez, o ex-atleta olímpico de 41 anos decretou sua aposentadoria do MMA. ao deixar o octógono desolado assim que o anúncio oficial foi decretado.

Com 22 vitórias e três derrotas na carreira, além de um 'No Contest', o americano se despede do MMA como um dos únicos atletas a conquistarem títulos em duas divisões diferentes - meio-pesado e peso-pesado.

Curiosamente, o atleta acumula derrotas apenas para os atuais campeões das categoria em que foi campeão - Jon Jones e Miocic que com 19 vitórias e três derrotas na carreira confirma o posto de melhor e mais dominante peso-pesado da história do evento.

A luta

Caminhando para frente desde o início, Cormier não demorou para clinchar e derrubar Miocic. No entanto, ele se levantou rapidamente para protagonizar cinco minutos de pura troca de golpes em pé. E, como esperado, 'DC' levou apostou na potência dos ataques na curta distância, enquanto que seu rival investiu no volume dos ataques da média. E em uma combinação equilibrada, o desafiante levou a melhor por vantagem mínima. Cormier 10 x 9 Miocic.

A segunda etapa começou da mesma forma. Enquanto Cormier investia no tipo de golpe que nocauteou Miocic no primeiro encontro entre eles, Miocic tentava atacar com golpes na linha da cintura, justamente o que decretou seu triunfo na revanche. E apesar de dominar a maior parte do assalto, Cormier levou um knockdown no final dos cinco minutos e terminou a etapa com o oponente desferindo golpes da montada. Salvo pelo gongo! Cormier 19 x 19 Miocic.

Aproveitando o bom momento, Miocic pressionou no início do round e conectou mais golpes, obrigando o rival a caminhar para trás. Sem o costume de passar por tamanha pressão, Cormier demorou para encontrar o ritmo de luta e não teve tempo para reverter a vantagem conquistada pelo campeão. No final dos cinco minutos, para piorar, o árbitro não viu o momento em que DC sofreu uma dedada no olho e deixou a disputa continuar. Cormier 28 x 29 Miocic.

O quarto assalto foi movimentado e contou com um Cormier mais agressivo. Pela primeira vez na noite, o wrestler acertou mais golpes do que o oponente e, dono do centro do octógono, obrigou Miocic a ficar pressionado contra a grade em alguns momentos. No entanto, a precisão dos ataques do campeão deixou a etapa equilibrada e difícil de ser pontuada. Cormier 38 x 38 Miocic.

Cansados, os veteranos protagonizaram novo show de raça e talento. Alternando bons momentos, os veteranos atacaram de forma franca e buscaram o nocaute o tempo todo. No entanto, a velocidade do campeão fez a diferença e o colocou em vantagem no volume de golpes e nas posições de domínio junto à grade. Bela luta que coroou uma das trilogias mais disputadas da história do esporte.

Surpresa da noite

Grande favorito do card principal, Sean O'Malley voltou ao octógono com seu estilo difícil de decifrar. Rápido, ágil e preciso em seus golpes, o atleta trabalhava da média para a longa distância até que, ao pisar errado, pareceu torcer seu tornozelo direito. A partir daí, a luta mudou de rumo.

Sem a sua movimentação habitual, o americano se desequilibrou facilmente após uma troca de golpes junto à grade. E, uma vez por cima, Marlon Vera foi implacável. Com três cotoveladas precisas, ele obrigou o árbitro Herb Dean a interromper o confronto.

Aos 25 anos, O'Malley, que ocupava a 14ª posição do ranking do evento, perdeu sua primeira disputa profissional e agora ostenta cartel de 12 triunfos e uma derrota no esporte. Por sua vez, Vera se recuperou do revés para Song Yadong em março e já soma seis triunfos nas últimas sete apresentações no cage.

Confira os resultados do UFC 252:

Stipe Miocic venceu Daniel Cormier por decisão unânime;
Marlon Vera nocauteou Sean O'Malley no 1º round;.
Jairzinho Rozenstruik nocauteou Junior 'Cigano'.no 2º round;
Daniel Pineda nocauteou Herbert Burns no 2º round;
Merab Dvalishvili venceu John Dodson por decisão unânime;
Vinc Pichel venceu Jim Miller por decisão unânime;
Virna Jandiroba finalizou Felice Herrig no 1º round;
Daniel Chavez venceu TJ Brown por decisão unânime;
'Livinha' Souza venceu Ashley Yoder por decisão unânime;
Chris Daukaus nocauteou Parker Porter no 1º round;
Kai Kamaka venceu Tony Kelley por decisão unânime.

MMA