PUBLICIDADE
Topo

MMA


Ex-UFC é preso por violar liberdade condicional por homicídio culposo

Desmond Green e Rustam Khabilov em luta pelo UFC Fight Night em Roterdã, na Holanda, em 2017 - Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Desmond Green e Rustam Khabilov em luta pelo UFC Fight Night em Roterdã, na Holanda, em 2017 Imagem: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

Ag. Fight

02/02/2020 13h13

O ex-lutador do UFC, Desmond Green teve novamente seu nome envolvido em polêmicas e fora da área de luta. Na última quarta-feira (30), o atleta foi preso por por violar os termos de sua liberdade condicional antes do julgamento em um caso de homicídio culposo, por um acidente em 2018, em que matou duas mulheres. Na época, seu advogado conseguiu mantê-lo longe das grades.

No dia 22 de janeiro deste ano, Green foi detido dirigindo sem carteira de motorista na Flórida. Por isso, a promotoria do estado americano revogou sua liberdade. Foi pelo menos a terceira infração dele desde o fato de 2018. O atleta agora está em detenção e aguarda uma audiência prevista para o dia 6 de março. As informações foram divulgadas pelo site 'MMA Fighting'.

O americano foi dispensado do UFC, no dia 24 de janeiro deste ano, mesmo com duas vitórias seguidas. Agora o peso-leve, de acordo com a 'TSN' assinou contrato com o Absolute Championship Akhmat (ACA), mas ainda não tem uma data para estrear.

No Ultimate desde 2017, Green possui um recorde de quatro vitórias e duas derrotas, A sua última apresentação foi no UFC Rochester, em maio de 2019, quando derrotou Charles Jourdain na decisão unânime dos juízes.

MMA