PUBLICIDADE
Topo

MMA


Amanda Nunes conta que treinou golpe da vitória na semana da luta

Amanda Nunes celebra após vitória sobre Holly Holm no UFC 239 - Sean M. Haffey/Getty Images
Amanda Nunes celebra após vitória sobre Holly Holm no UFC 239 Imagem: Sean M. Haffey/Getty Images

Diego Ribas, em Las Vegas (EUA)

Ag. Fight

08/07/2019 08h53

Bicampeã do UFC, Amanda Nunes manteve seu título dos pesos-galos (61 kg) no último sábado (6) ao nocautear Holly Holm no primeiro assalto. No entanto, a forma como a 'Leoa' levou a rival a knockdown - chute alto, justamente a especialidade de Holm - surpreendeu muitos fãs, embora o ataque já fizesse parte dos planos da brasileira.

De acordo com a atleta durante coletiva de imprensa realizada logo após o show, ela, seu treinador de muay thai e sua noiva tinham trabalhado durante a semana a mesma sequência de golpes que terminou com o chute alto que abriu caminho para a vitória. A ideia, por sinal, era aproveitar uma brecha para surpreender.

"Eu e meu técnico, Katel Kubis, treinamos isso há muito tempo. Nessa semana eu e Nina treinamos isso no quarto do hotel. Pensei que podia pegá-la com esse chute. Foi algo que eu não tive a oportunidade de mostrar antes, mas tive essa noite. Achei que ela fosse se mover bastante, mas ela ficou muito parada e eu tive que usar meu plano B. Meu plano era caçá-la, mas foi melhor do jeito que ela apareceu nesta noite", analisou diante dos jornalistas presentes no ginásio T-Mobile Arena.

Com o triunfo, além de se tornar a primeira atleta a nocautear Holly Holm no MMA, Amanda manteve o cinturão dos galos e recebeu o aval de Dana White para manter e defender o título da divisão dos penas. Como justificativa para a preferência dada para a 'Leoa', enquanto que os demais bicampeões sempre foram obrigados a escolher uma das divisões para atuar, o cartola apontou a vasta supremacia da brasileira como fator determinante.

"O Cejudo lutou em um peso acima e conseguiu uma vitória incrível. Mas ele se machucou. Ele está machucado agora. Ela não está. Ela está destruindo as melhores do mundo e continua boa. Essa mulher é durona, cara. Ela é inacreditável. Peso por peso, uma das melhores da história", finalizou.

MMA