Topo

MMA


Rumo ao topo, Justin Gaethje desafia McGregor: "Adoraria espancá-lo"

Justin Gaethje nocauteou o brasileiro Edson Barboza  - Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images
Justin Gaethje nocauteou o brasileiro Edson Barboza Imagem: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Ag. Fight

24/05/2019 08h34

Justin Gaethje segue firme em sua missão de escalar a categoria dos pesos-leves (70 kg) do UFC. E para isso, o americano, atual número 5 do ranking da divisão, tem que encarar rivais de mais renome e mais bem colocados do que ele na organização. No entanto, dentre os atletas acima do lutador, apenas um está sem adversário definido: justamente Conor McGregor.

Mas isso não parece ser um empecilho para 'The Highlight', como é conhecido. Durante entrevista ao site da 'ESPN' americana, o atleta de 30 anos afirmou, inclusive, que enfrentar o falastrão irlandês acrescentaria um 'gostinho especial' para a disputa. Conor, que não luta desde outubro de 2018, é o atual número 3 do ranking dos leves.

"Sou o número 5 do ranking agora. Têm quatro caras e o campeão na minha frente. Estou de olho em um desses lutadores, quero uma luta grande nesse verão. Não quero caras atrás de mim no ranking. Venho de dois nocautes seguidos, mereço alguém que esteja acima de mim", analisou Justin, antes de definir seu próximo alvo.

"Olhando bem, Conor McGregor é o número 3 agora. E se não for ele, não tenho rival disponível no momento. Então essa é a luta que eu quero, com o número 3. Se ele não quiser lutar, tirem ele do ranking. Estaria tranquilo quanto a isso, depois veríamos o que fazer. Não sei mais o que dizer, se ele não quiser lutar comigo é algo que não consigo controlar. Mas definitivamente adoraria espancá-lo. Sempre que tenho a chance de dar uma surra em alguém que fala muita m****, fica mais divertido para mim", completou o americano.

Gaethje, um dos atletas mais empolgantes do Ultimate, vem de duas vitórias por nocaute consecutivas - a última delas contra o brasileiro Edson Barboza, em março deste ano. No entanto, o bom momento do americano talvez não seja suficiente para credenciá-lo para um combate contra McGregor, já que o 'Notorious' almeja uma revanche contra Khabib Nurmagomedov.

Mais MMA