PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Ralph Gracie é investigado por agressão no Mundial de Jiu-jitsu sem quimono

Ag. Fight

21/12/2018 16h02

Um vídeo revelado nesta semana pode deixar Ralph Gracie em situação difícil com a Justiça norte-americana. As imagens mostram uma agressão ao também atleta, treinador e empresário Flávio 'Cachorrinho' Almeida, durante o Mundial No-Gi de Jiu-Jitsu, que foi realizado no último fim de semana. A informação de que Ralph é o agressor foi divulgada pela coluna de Lauro Jardim, no jornal 'O Globo'. O site 'MMA Fighting', por sua vez, informou nesta sexta-feira (21), que o Departamento de Polícia de Anaheim, no estado americano da Califórnia, investiga o caso.

O porta-voz da corporação, Daron Wyatt, informou à publicação que ainda não foi feita uma queixa formal à promotoria, mas que a apuração já começou. O vídeo, revelado na rede social 'Reddit', mostra uma cotovelada de Ralph em Flávio. As imagens são interrompidas pouco depois do golpe.

A comunidade do jiu-jitsu brasileiro tem se posicionado sobre o caso. Ricardo 'Cachorrão' Almeida, treinador da modalidade e comandante de uma das principais academias dos Estados Unidos, comentou a situação por meio de sua página no Instagram.

"Uma vez na vida, acontece algo que faz com que você questione a própria base do que você acredita... Eu me sinto confuso, traído e impotente. Obrigado a todos que perguntaram sobre meu irmão Flávio. Ele está se recuperando, sob cuidados médicos", declarou.

Também por intermédio do aplicativo, Márcio Feitosa, da Gracie Barra, falou sobre o caso em nome da academia. De acordo com o discípulo de Carlos Gracie Jr., que não citou o nome de Ralph, não houve um só responsável pelas agressões sofridas por Flávio.

"Obrigado pela sua preocupação e pelas mensagens de apoio e carinho. Como você deve saber, enquanto passava instrução aos atletas no Campeonato Mundial Sem Quimono, Flávio foi cruelmente atacado por alguns indivíduos. O ataque foi completamente de surpresa, não foi provocado e não permitiu que Flávio se defendesse. Ficou claro que o ataque foi feito para machucar o Flávio e também para intimidar a Gracie Barra. Os policiais estão investigando, os médicos que estão cuidando do Flávio o aconselharam a descansar com a família e se recuperar dos ferimentos, para assim que estiver apto retornar ao trabalho. Nós agradecemos muito a sua preocupação. Compartilharemos mais informações quando for o momento adequado", escreveu.

"Somente para tranquilizar os familiares envolvidos e todos os amigos do Flávio: foi localizado um vídeo que revela a identidade dos agressores, as imagens comprovam que o ataque foi completamente de surpresa, não foi provocado e não permitiu que o Flávio se defendesse. Agora o caso está nas mãos da justiça, que recebeu todas as evidências, e esperamos ver punições adequadas", acrescentou, em outra postagem.

A Ag. Fight entrou em contato com Ralph Gracie, mas o lutador preferiu não se pronunciar sobre o caso. O atleta declarou que posteriormente comentará a situação. Aos 47 anos, Ralph tem seu retorno ao MMA esperado para 2019, na liga asiática ONE.

MMA