PUBLICIDADE
Topo

MMA


Polícia muda acusação e marido de lutadora do UFC é solto após pagar fiança

Arnold Berdon é suspeito de agredir Rachael Ostovich  - Reprodução/Instagram
Arnold Berdon é suspeito de agredir Rachael Ostovich Imagem: Reprodução/Instagram

Ag. Fight

24/11/2018 11h53

A história envolvendo a lutadora do UFC Rachael Ostovich sofreu uma importante reviravolta nessa sexta-feira (23). De acordo com o site 'MMA Fighting', Arnold Berdon, o marido da atleta, que estava preso por tentativa de homicídio, foi solto após pagar fiança de 75 mil dólares (cerca de R$ 286 mil). A liberação do principal suspeito de agredir a peso-mosca (57 kg) foi possível graças a uma mudança na acusação feita pela polícia.

Anteriormente acusado de homicídio - o que culminou em sua prisão na última terça-feira - Arnold agora é suspeito de agressão em segundo grau de acordo com o Departamento de Polícia de Honolulu (EUA). Com a mudança, o marido de Rachael está solto após ter sua fiança paga.

Leia também:

No entanto, a medida restritiva contra Berdon segue valendo. O marido de Ostovich tem que se manter em um raio mínimo de 30 metros de distância da lutadora do UFC e de sua filha de 5 anos. A família do acusado por sua vez, declarou ao site 'TMZ Sports' que Arnold alegará legítima defesa no caso.

Após o incidente, Rachael sofreu diversas lesões, incluindo uma fratura no osso orbital - estrutura que envolve os olhos -, que a impossibilitaram de atuar em seu próximo compromisso no UFC. A vítima de violência doméstica enfrentaria Paige VanZant no dia 19 de janeiro, no primeiro card do Ultimate na temporada 2019.

MMA