PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Treinador diz que Zé Aldo deseja migrar definitivamente para o boxe

John Locher/AP
Imagem: John Locher/AP

Ag. Fight

30/08/2017 15h50

 

José Aldo nunca escondeu de ninguém a sua vontade de lutar boxe profissionalmente. E, após o sucesso da superluta realizada entre Floyd Mayweather Jr. e Conor McGregor no último sábado (26) em Las Vegas (EUA), o desejo de migrar para a nobre arte parece ter aflorado ainda mais no brasileiro. Pelo menos, é isso o que garante o treinador do 'Campeão do Povo'.

Em entrevista ao site 'MMA Fighting', André Pederneiras revelou que Aldo não vê a hora de terminar seu contrato com o UFC para poder migrar para o boxe definitivamente. Além disso, o treinador contou que o atleta estava fazendo treinos voltados para a nobre arte na academia de Robert Garcia, na Califórnia (EUA).

"Ele está treinando boxe porque ele tem o sonho de competir boxe profissionalmente. Se dependesse dele, ele lutaria todas as lutas restantes em seu contrato com o UFC em três meses e migraria para o boxe. Ele quer lutar boxe profissionalmente", declarou.

Apesar da vontade em mudar de esporte, Dedé garante que Aldo ainda tem contrato com o Ultimate e pretende cumpri-lo até o fim. De acordo com o treinador, o brasileiro ainda brigará pra reconquistar o cinturão.

"Estamos esperando o UFC. Estamos tentando arrumar essa luta, contra o Cub Swanson ou algum outro atleta. Ele quer enfrentar alguém bem ranqueado e esperar uma oportunidade de lutar pelo cinturão", afirmou.

No último dia 3 de junho, Aldo foi nocauteado por Max Holloway e perdeu o cinturão peso-pena (66 kg) do UFC. Aos 30 anos de idade, o brasileiro coleciona na carreira um cartel com 26 vitórias e três derrotas.

MMA