PUBLICIDADE
Topo

MMA


MMA

Holly Holm pede "compensação financeira" para enfrentar Cris "Cyborg"

Holly Holm pode ser a próxima adversária de Cyborg - Justin Edmonds/Getty Images/AFP
Holly Holm pode ser a próxima adversária de Cyborg Imagem: Justin Edmonds/Getty Images/AFP

Ag. Fight

25/08/2017 12h32

Ao que parece, Holly Holm está disposta a fazer o que muitas lutadoras de MMA tentam evitar: subir no octógono para enfrentar Cris "Cyborg". Desde que a brasileira conquistou o cinturão peso-pena (66 kg) do UFC, boatos sobre um duelo entre ela e a americana movimentam o cenário das artes marciais mistas. Agora, essa luta pode realmente sair do papel uma vez que "The Preacher’s Daughter" garantiu que lutará contra a campeã.

No entanto, ciente de que, com a ausência da ex-campeã Ronda, que ao que tudo indica deve parar de competir no MMA, Holm sabe que seu nome é o mais vendável para uma disputa com a brasileira. E isso implicaria automaticamente em ajustes financeiros para ambas as lutadoras.

"Não vou exigir detalhes, não quero ser a lutadora exigente. É melhor que ela bata o peso… Acho que a compensação (financeira) deveria ser maior, pelo fato de que essa é a melhor luta entre mulheres que podemos ter. Acho que merecemos uma boa recompensa por isso. Não tem nada a ver com drama, mas precisamos das condições certas", afirmou, em conversa com o site "MMA Junkie".

Disposta a encarar Cyborg, Holm também parece de olho na chance de se tornar a primeira mulher da história a se tornar campeã do UFC em suas categorias de peso diferentes. Se em 205 ela nocauteou Ronda Rousey e afivelou a cinta dos galos (61 kg), em fevereiro passado ela foi superada por pontos pela holandesa Germaine de Randamie no UFC 208.

"É uma grande possibilidade. Nós já conversamos sobre isso anteriormente. Nós falamos sobre uma luta no peso casado e ela não quis. Isso foi antes deles abrirem a categoria dos penas… Se a luta contra a Cyborg for oferecida, eu vou aceitá-la. Se não, lutarei contra quem eles me derem. Não quero que minha carreira seja definida por uma luta", garantiu.

Ex-campeã mundial de boxe em quatro categorias de peso diferentes, Holly, aos 36 anos, é um dos rostos femininos mais famosos do MMA. Em sua última luta, em junho, ela nocauteou Bethe Correia e se livrou da amarga série de três derrotas seguidas que carregava no octógono.

MMA