PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Neto diz que teria revidado agressão e pede Felipe Melo na seleção

 Felipe Melo, jogador do Palmeiras, durante partida contra o Fluminense - Thiago Ribeiro/AGIF
Felipe Melo, jogador do Palmeiras, durante partida contra o Fluminense Imagem: Thiago Ribeiro/AGIF

Colaboração para o UOL, em São Paulo

17/11/2021 14h08

Apresentador e comentarista da Band, Neto disse que se estivesse no lugar de Raphinha, teria revidado a cotovelada de Otamendi, zagueiro da Argentina, no empate sem gols da seleção brasileira, ontem (16), pelas Eliminatórias Sul-Americanas. O ex-jogador disse que gostaria de estar em campo só para poder devolver a agressão.

"Parabéns, Raphinha, por não ter feito nada para ele. Se fosse eu, ah, meu irmão... Eu tinha dado outra nele. Eu não fui jogador modinha (...). Eu não tenho mais vontade de jogar bola, mas ontem eu queria estar lá dentro. Eu ia dar no queixo do cara, igual o Careca fez no Ruggeri, na Copa América de 1991 — quebrou os dentes, o maxilar do cara. Não que eu esteja falando para fazer isso. Ai de mim. Mas ontem eu queria jogar. Eu ia adiantar a bola para o Messi e levantar o pé: na canela. Pum!", disse Neto no programa "Os Donos da Bola", hoje.

Neto ainda pediu a presença de Felipe Melo na seleção brasileira. Na opinião do apresentador, o volante do Palmeiras seria importante em partidas como a de ontem para evitar a intimidação dos adversários.

"O jogador da seleção brasileira vendo sangue jorrando e ninguém dá uma chegada nele? Ninguém dá uma chegada no tornozelo do Messi? Mas dá uma para rachar! (...). Tinha que ter dado no tornozelo do Messi. Tinha que ter dado para cima, à la Chicão, à la Felipe Melo. Precisa do Felipe Melo para a Copa do Mundo, eu cheguei a essa conclusão. Precisa dele", completou.

UOL Esporte vê TV